Bem-vindo, !|Sair

João Carlos Jorge assumiu as funções de diretor-geral da LAM

A opinião dos Profissionais. #1 Newsletter OUT2018


João Carlos Pó Jorge tomou posse como diretor-geral da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, um dia depois de ter sido nomeado pela entidade governamental, que gere as participações do Estado em empresas públicas deste país africano do Índico.

A tomada de posse ocorreu na sede da LAM, junto do Aeroporto de Maputo, e foi orientada pela presidente do Conselho de Administração do IGEPE – Instituto de Gestão das Participações do Estado, Ana Coanai.

“A nomeação do engenheiro João Carlos Pó Jorge valoriza a profunda dedicação à indústria de aviação, como evidencia o seu vasto percurso profissional com 34 anos de experiência em Operações e Gestão feitas nas companhias aéreas e noutras empresas do ramo da aviação”, destaca um comunicado da companhia aérea de bandeira de Moçambique que apresenta um vasto currículo profissional do agora nomeado para a liderança e reestruturação da LAM.

A carreira profissional de João Carlos Jorge iniciou-se em 1985, na LAM, onde ingressou para o quadro de pessoal como engenheiro mecânico. Por se destacar profissionalmente foi nomeado Chefe do Departamento de Engenharia, em 1987, responsabilidade que aumentou com a sua indicação para coordenar a ligação entre a LAM e os fabricantes, visando a concepção e fabrico de aeronaves e componentes com diversas fábricas e marcas de renome no sector.

Entre 1990 e 1993 João Carlos Pó Jorge foi nomeado representante residente da LAM na Boeing, nos EUA. Quando retornou a Maputo assumiu a função de Chefe de Engenharia e Qualidade, de 1993 a 1995, período em que dinamizou o planeamento e engenharia de aeronaves, engenharia de operação de voos, investigação de acidentes, concepção, implementação e certificação de programas de modificações em aeronaves, entre outras atividades.

No currículo do novo responsável pela LAM destacam-se participações em diversos cursos e seminários técnicos, um pouco por todo o mundo, contatos diretos e permanentes com grandes personalidade da aviação na África, que marcaram de forma muito forte o desenvolvimento e o progresso de algumas companhias nacionais no início deste século, além de entidades relacionadas com os organismos reguladores e estruturas aeroportuárias.

O engenheiro João Carlos Pó Jorge integrou a equipa da fábrica norte-americana de motores ‘Pratt & Whitney’, tendo desempenhado as funções de Gerente de Suporte a Clientes em África, de 1995 a 2013. Nesse período exerceu suas atividades nos EUA, Zimbabué, Senegal, Etiópia, tendo se evidenciado em montar escritórios em locais remotos; coordenar ações de melhoria de gestão de topo em companhias aéreas em África, nas áreas operacional, comercial e financeira; negociações de contratos de aquisição incluindo lease de aeronaves, bem como motores; intermediação de contratos comerciais entre companhias aéreas; investigação detalhada de acidentes e concepção e implementação de recomendações; introdução de ferramentas de gestão em companhias aéreas em África; coordenação de team building entre escritórios regionais, Gestão de Operações com companhias aéreas africanas em reestruturação ou crescimento. Paralelamente, teve funções temporárias nos aeroportos de Nova Iorque/JFK, Zurique, Atlanta, São Francisco e Milão.

A carreira do engenheiro João Carlos Jorge no estrangeiro foi interrompida em 2013 quando aceitou o convite para integrar o Conselho de Administração da LAM, tendo sido Administrador Técnico Operacional até 2016. Posteriormente foi designado Assessor do Administrador Financeiro, função que desempenhou até à sua nomeação para o cargo de Diretor-Geral da LAM, no dia 23 de Julho de 2018.




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica