KLM acerta plano de voos de acordo com a situação sanitária internacional

A companhia KLM, dos Países Baixos, anunciou nesta semana que o seu programa de Inverno será bastante restrito face ao período anterior devido à pandemia de covid-19.

Assim, segundo um comunicado da empresa, o calendário da rede europeia para novembro deste ano ronda atualmente os 55% da capacidade oferecida em 2019.

Em Portugal, a KLM apresenta em outubro até três voos diários na rota Lisboa-Amesterdão/Schiphol e até dois voos diários na ligação Porto-Amesterdão/Schiphol.

O programa de inverno da sua congénere francesa, Air France, será divulgada oportunamente, sendo que o grupo Air France-KLM vai manter a sua presença esta época em três aeroportos portugueses (Lisboa, Porto e Faro). A decisão está sujeita à evolução da situação sanitária.

A KLM está a recuperar gradual e responsavelmente a sua rede europeia e intercontinental, depois da crise do novo coronavírus ter provocado severas restrições em destinos e frequências. O objetivo principal da KLM é oferecer aos seus passageiros a mais ampla variedade de destinos, pelo que está com o foco no aumento da oferta, desde que exista demanda e condições sanitárias para tal.

Em agosto, a KLM propôs quase 100% de sua rede europeia em termos de destinos, com uma capacidade de aproximadamente 60% face aos níveis de antes da pandemia de covid-19. A partir de 25 de outubro de 2020, a KLM começa a operar voos diários para a cidade polaca de Poznam.

Na rede intercontinental, a KLM serviu 80% dos seus destinos com 60% da capacidade. Atualmente, um terço desses voos intercontinentais transportam apenas carga. Isso significa que a capacidade em lugares é muito reduzida. A KLM voltará a transportar passageiros nesses voos assim que os regulamentos locais de viagens o permitirem.

No início de setembro, a KLM retomou o serviço para a cidade chinesa de Hangzhou com dois voos semanais, voando via Seul/Incheon, na Coreia do Sul. A KLM vai ainda operar um serviço para o Cairo com dois voos por semana. Riade, na Arábia Saudita, será igualmente adicionado à rede KLM enquanto novo destino. Estava planeado originalmente para abrir a 26 de setembro, está agora reagendado para 7 de dezembro. A 29 de outubro, a KLM inicia também um voo circular que incluirá a cidade de Edmonton na rede canadiana da companhia dos Países Baixos. O voo, com destino a Calgary, fará escala em Edmonton, regressando depois direto a Amesterdão.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica