Bem-vindo, !|Sair

LAM adota estratégia proativa para segurança de passageiros e colaboradores


 

A LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, companhia de bandeira do país, está apostada na adopção de uma postura proativa como estratégia de proteção das suas operações e salvaguarda da segurança dos passageiros e seus colaboradores contra as interferências ilícitas que podem ocorrer em terra e no ar.

O objetivo foi defendido pelo presidente da Comissão Executiva da empresa, António Pinto, que considera que este é o caminho que se impõe visando o aprimoramento da segurança, tendo em conta as questões de regulamentação e satisfação dos clientes.

António Pinto disse que a proteção e salvaguarda da operação, dos passageiros, tripulantes, bens dos passageiros e da companhia, exigem um trabalho coordenado com a Autoridade da Aviação Civil (IACM), com a Polícia da República de Moçambique, com a empresa de Aeroportos, Serviço Nacional de Investigação Criminal (SERNIC), Migração, Alfândegas e as diversas firmas de segurança privadas.

“Este conjunto de forças vivas atua nos aeroportos nacionais de forma coordenada e com uma delimitação clara de fronteiras no que respeita às suas tarefas e responsabilidades, e cumprem permanentemente com as regulamentações de segurança emanadas pela ICAO, IATA, IACM e outras autoridades nacionais de modo a estar em conformidade com os padrões de segurança exigidos”, disse a fonte, referindo-se à necessidade de uma maior articulação entre estes intervenientes.

O presidente da LAM falava na cidade de Maputo, na quarta-feira, dia 8 d eoutubro, durante um workshop sobre segurança na aviação civil, que teve como objetivo sensibilizar e consciencializar as entidades mencionadas sobre a necessidade de consolidarem a coordenação e colaboração entre elas e a LAM nos aspectos de segurança.

Mussagy Faquirá, diretor de segurança interna da LAM, explicou que a iniciativa surge no contexto do mundo globalizado em que a empresa opera, associado ao aumento de ocorrências terroristas que fustigam o mundo, incluindo algumas regiões de África.

“A LAM assume o seu papel no transporte de passageiros, bagagem, carga e correio observando os mais elevados padrões e práticas recomendadas pelo IACM, ICAO e IATA, exigindo dos seus parceiros e provedores de serviço o cumprimento dos mesmos padrões de segurança e de qualidade”, sustentou Mussagy Faquirá.

 

 

Faça parte da nossa comunidade - Descarrega já a app NewsAvia

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica