Bem-vindo, !|Sair

LATAM Airlines Brasil foi a companhia com mais reclamações no 3º trimestre de 2018

A LATAM Airlines Brasil foi a companhia aérea que recebeu o maior número de reclamações de passageiros ao longo do terceiro trimestre de 2018, segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil (ANAC). A empresa registou 3.512 manifestações (ou 48,8% do total recebido para o período) para quase 8,8 milhões de passageiros pagos, o que corresponde a uma média de 40 ocorrências a cada 100 mil passageiros atendidos. Essa foi a pior média entre o grupo das brasileiras, que conta ainda com Avianca Brasil, Azul, GOL, MAP e Passaredo.

As informações constam do boletim de monitoramento da plataforma virtual ‘Consumidor.gov.br’, gerida pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça. O canal foi criado pelo governo para atender às reclamações de consumidores e ajudar na solução de conflitos entre usuários e empresas.

A segunda companhia aérea mais reclamada foi a Avianca, com 19 registos a cada 100 mil passageiros pagos transportados, ou 609 reclamações (8,5% do total). Em seguida, vem a Azul, com 18 queixas a cada 100 mil passageiros (1.050 registos, 14,6% do total). Entre as empresas nacionais com mais de 10% de participação de mercado, a GOL teve a melhor média, com 16 reclamações a cada 100 mil passageiros (1.359, 18,9% do total).

No grupo das companhias aéreas estrangeiras, a Avianca Aerovias liderou o ranking das queixas na plataforma durante o terceiro trimestre, seguida pela espanhola Iberia e pela Aeromexico.

Os principais problemas relatados pelos consumidores estavam relacionados com o voo, como atrasos, cancelamentos e perda de conexão: foram 1.114 reclamações, ou 15,49% do total. O segundo tema de destaque da lista é oferta e compra de passagens, que agrega questões de cancelamento dos bilhetes e regras e valores para transporte de bagagem. O item obteve 1.025 reclamações (14,25%).

Quanto à resolução das demandas apresentadas pelos consumidores, a Azul se destacou positivamente no prazo de resposta (3 dias, ante média de 6 dias entre as brasileiras), no índice de solução (77,4%, ante média de 74,7%) e satisfação dos usuários (3,3 pontos na escala de 1 a 5, ante média de 2,8 pontos).

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica