Bem-vindo, !|Sair

LATAM (Lan Chile e TAM do Brasil) aceitou proposta e acordo com a Venezuela

A LATAM, maior companhia aérea da América Latina, com sede em Santiago do Chile, anunciou hoje, domingo, dia 20 de Julho, que chegou a acordo com as autoridades governamentais da Venezuela quanto ao repatriamento das receitas que estão retidas no país.

Segundo fontes oficiais da LATAM, a companhia tem a receber cerca de 148 milhões de dólares referentes às vendas de bilhetes no mercado venezuelano até ao final do ano de 2013. É sobre este dinheiro que agora existe acordo, não se sabendo se descontará parte em combustível, como teria sido aventado numa das primeiras propostas do Governo de Caracas, ou se o Banco de Venezuela vai, pura e simplesmente, transferir o dinheiro para a conta da companhia latino-americana. Atrasados continuarão, entretanto, os primeiros meses deste ano de 2014.

É o primeiro acordo que é anunciado e se conhece, depois de longas negociações que se desenrolam desde há vários meses entre as 24 companhias estrangeiras que viajem para a Venezuela e o Governo Bolivariano, em Caracas. Segundo estimativas da IATA, estima-se que estejam retidos no país cerca de 4 mil milhões de dólares em divisas, que são receitas de muitas companhias aéreas impedidas de transferi-las para os seus países, não só devido à falta de divisas em Venezuela, mas também porque não tem havido acordo quanto ao valor de câmbio do bolívar para o dólar norte-americano

A companhia latino-americana explica que o acordo resultou de uma proposta que o governo venezuelano apresentou, que foi discutida e aceite pelas partes.

A LATAM foi formalmente fundada em 2012 e resultou de uma fusão entre a companhia chilena LAN Chile Airlines e a TAM – Linhas Aéreas, do Brasil. Eram, ao tempo, as duas maiores companhias aéreas nos seus respectivos países de origem.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica