Bem-vindo, !|Sair

Lisboa continua no ‘top 5’ dos aeroportos europeus de média dimensão

O Aeroporto de Lisboa cotou-se de novo em Outubro como um dos cinco aeroportos europeus de média dimensão com maior crescimento relativo, uma posição que mantém sucessivamente desde Março, de acordo com os rankings publicados pelo capítulo europeu da ‘Airports Council International (ACI/Europe)’.

Lisboa, com um aumento de passageiros em 14,7%, teve uma taxa de crescimento 7,1 pontos superior à média dos aeroportos da sua dimensão (entre dez milhões e 25 milhões de passageiros por ano, classificados como Grupo 2), que têm sido os mais dinâmicos na Europa.

Os dados do ACI, baseados em 205 aeroportos que somaram em Outubro 140,14 milhões de passageiros, indicam que o movimento de passageiros cresceu neste mês em 5,5% ou 7,25 milhões, com os 25 aeroportos do Grupo 2 a terem um aumento em 7,6% ou três milhões, para 42,89 milhões.

Os 14 maiores aeroportos europeus, com mais de 25 milhões de passageiros por ano (Grupo 1), somaram 56,2 milhões de passageiros, com um crescimento em 5% ou 2,68 milhões, os 39 aeroportos do Grupo 3 (entre cinco milhões e dez milhões de passageiros por ano), onde o ACI inclui o Porto e Faro, tiveram um aumento em 3% ou 641,6 mil, para 22,17 milhões, e os do Grupo 5 (menos de cinco milhões de passageiros por ano), onde se incluem Madeira e Ponta Delgada (ilha de São Miguel, no arquipélago dos Açores), tiveram 18,86 milhões, +5% ou mais 896,1 mil que em Outubro de 2013.

No grupo dos maiores aeroportos europeus (Grupo 1), os que tiveram os maiores crescimentos relativos em Outubro foram Istambul/Ataturk, que é o 4º maior aeroporto europeu, com +12,8%, seguido por Roma/Fiumicino, com +10,4%, Barcelona/El Prat, com +8%, Madrid, com +7,9%, e Londres/Gatwick, com +7,8%.

No Grupo 2, Atenas liderou o crescimento relativo, com +28%, seguindo-se Bruxelas, com +19,4%, Londres/Stansted, com +16,9%, Istambul/Sabiha Gokçen International, com +15,7%, e Lisboa, com +14,7%. No Grupo 3, os maiores crescimentos foram de Basileia-Mulhouse-Freiburg, com +16,6%, Bucareste, com +14,6%, Heraklion, com +14,5%, Nápoles, com +11,3%, e Ibiza, com +10,4%.

O Porto teve o 10º maior aumento relativo do Grupo 3, com +7,1%, e Faro teve o 19º, com +3,3%.

No Grupo 4, os maiores crescimentos foram dos aeroportos de Maribor, com +79%, Mikonos, com +51,5%, Santorini/Thira JTR, com +42,3%, Belgrado, com +38,1%, e Ostrava, com +30,5%.

O Aeroporto da Madeira teve o 89º aumento do Grupo 4, com +0,3%, imediatamente à frente de Ponta Delgada, com +0,2%.

O director-geral do ACI Europe, Olivier Jankovec, citado na informação da associação sobre a evolução do tráfego nos aeroportos europeus em Outubro destacou que, pela primeira vez desde 2006, os aeroportos em países da União Europeia tiveram um crescimento mais forte, em 5,6%, do que os aeroportos em países terceiros (+5,1%).

Dois factores, segundo o executivo, concorreram para essa inversão. Por um lado, o dinamismo “especialmente impressionante” do tráfego aéreo em alguns países da UE, entre os quais cita Portugal (+9,4%), Grécia (+20,8%), Roménia (+15,7%), Bélgica (+12%), Irlanda (+11%) e Lituânia (+9,2%). Por outro, a ‘anemia’ em países fora da UE, que atribui especialmente ao abrandamento do crescimento na Rússia (+5,3% em Outubro), reflectindo uma degradação do clima económico pelas sanções impostas devido à crise na Ucrânia, onde o movimento de passageiros nos aeroportos baixou 23% em Outubro, segundo ACI.

Adicionalmente, a associação assinala também o abrandamento do crescimento do movimento de passageiros de e para a Turquia para 5,8%, apesar de os dois aeroportos de Istambul, Ataturk e Sabiha Gokçen International, se terem cotado, mais uma vez entre os que tiveram crescimentos mais fortes, designadamente por que Antalya teve a queda mais forte entre os aeroportos do Grupo 1, em 4,9%.

 

  • Matéria publicada pelo portal de notícias de turismo e viagens ‘PressTUR‘, parceiro editorial do Newsavia em Portugal
  • Foto: ANA – Aeroportos de Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica