Bem-vindo, !|Sair

Lisboa sobe no top5 do Grupo 1 dos aeroportos europeus

Curso ISEC_Absant fev2018O Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, que este ano ascendeu ao Grupo 1 do ACI Europa, atingiu na sua estreia o Top5 do crescimento dos 24 maiores aeroportos europeus e de novo com aumentos de passageiros e de movimentos (descolagens e aterragens) que desafiam a afirmação de que está com a capacidade esgotada, considera a agência de notícias de turismo e viagens ‘PressTUR.

Os dados do mês de janeiro publicados pelo capítulo europeu da organização ‘ACI – Airports Council International’ posicionam o Aeroporto de Lisboa como o 9º entre 241 em aumento de passageiros em valor absoluto, com mais cerca de 253 mil, e o 6º em aumento do número de movimentos, com mais cerca de 1,8 mil.

O Aeroporto de Lisboa entrou em janeiro para o Grupo 1 do ACI Europa, na sequência de em 2017 ter passado a fazer parte dos aeroportos europeus que anualmente somam mais de 25 milhões de passageiros.

E logo no mês de estreia o aeroporto da capital portuguesa entrou para o Top5 de crescimento desse grupo, que o ACI elabora com base nas variações percentuais, na 3ª posição, com um aumento em 15,2% que compara com um aumento médio no grupo em 6,8%.

Melhor é ainda a posição de Lisboa quando se calcula o crescimento em relação a Janeiro de 2016, que atinge 40,1% e é o mais forte entre os aeroportos do Grupo 1.

Os dados do ACI mostram também que o crescimento do Aeroporto de Lisboa se está a fazer também com aumento do número de movimentos, que alegadamente estariam no limite.

Segundo o ACI, em Janeiro o Aeroporto Humberto Delgado somou 15.847 aterragens e descolagens, com um aumento em 12,7%, que até foi mais forte do que o verificado em janeiro de 2017, no qual a subida foi em 11,3%.

Em valor absoluto, o Aeroporto de Lisboa somou, assim, mais quase 1,8 movimento que no mês homólogo de 2017, o que foi o 6º maior aumento em valor absoluto do primeiro mês deste ano na Europa, até ligeiramente acima do maior aeroporto espanhol, Madrid.

Em Portugal, o aumento de movimentos em Lisboa só foi acompanhado pelo Porto, mas com uma subida que é cerca de metade, em 6,2%, ainda assim fortemente melhor que nos restantes, que tiveram quedas, de 7,3% na Madeira, de 5,9% em Faro/Algarve e de 2,5% em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel (Açores).

Os decréscimos do número de movimentos não significam necessariamente quedas do número de passageiros, e foi o que aconteceu com os aeroportos portugueses em Janeiro, pois só Faro teve queda do número de passageiros, e de apenas 0,7%, para 217 mil.

Ainda assim, foi suficiente para ser ultrapassado pela Madeira, que teve um aumento 4%, para 221,5 mil.

O aumento mais forte do mês em Portugal depois do ocorrido em Lisboa teve lugar no Porto, com uma subida em 10%, para 761,8 mil, seguida pelo aumento em 5,6% em Ponta Delgada, para 99,3 mil.

Ainda assim, no ranking do ACI Europa apenas os aeroportos de Lisboa e do Porto subiram em janeiro passado.

Lisboa foi o 24º maior aeroporto europeu em janeiro de 2016 subiu para 18º este ano, depois de 22º em janeiro de 2017; o Porto foi 54º em Janeiro de 2016 subiu para 50º no primeiro mês de 2017 e 48 em Janeiro deste ano; o da Madeira foi 104º este janeiro, quando tinha sido 102º há um ano e 103 há dois anos; o de Faro, que subiu de 105º a 99º de janeiro de 2016 par 2017, este ano caiu para 106º e Ponta Delgada que tinha 136º em janeiro de 2016 e de 2017, este ano baixou para 139º.

Ainda assim, os cinco maiores aeroportos portugueses tiveram um aumento médio de passageiros em 11,6% no primeiro mês deste ano, acima do aumento médio na Europa, que foi de 7,4%, e, sobretudo, nos aeroportos dos países da União Europeia, nos quais o aumento foi em 5,2%.

 

  • Texto publicado por PressTUR, parceiro editorial do Newsavia em Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica