Ministro alerta que se Bruxelas não aprovar plano de reestruturação a TAP “vai fechar”

Pedro Nuno Santos, ministro português das Infraestruturas e Habitação, disse nesta terça-feira, dia 14 de dezembro, que Portugal “perderá centralidade no negócio da aviação” caso o plano de restruturação da TAP não seja aprovado por Bruxelas, algo que levará ao encerramento da companhia, assegurou.

Voltando a manifestar confiança de que o plano esteja aprovado até ao final do ano, o governante alertou que “se a TAP não tiver o plano de reestruturação aprovado vai fechar e Portugal perderá centralidade no negócio da aviação”.

Segundo Pedro Nuno Santos, que falou à margem da apresentação do caderno de encargos para as 117 novas automotoras da CP – Caminhos de Ferro Portugueses, em Matosinhos, sem a TAP, o hub de Portugal passará a ser em Madrid, capital da Espanha.

“Estamos a falar na única companhia área a operar em Portugal que tem um hub, que faz viagens intercontinentais entre os Brasil, EUA, África e Portugal e distribui para o resto da Europa”, salientou o governante.

 

  • Informações da agência de notícias ‘Lusa’ divulgadas pela imprensa portuguesa.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica