Morrem seis pessoas num acidente com helicóptero na Noruega

Morreram todos os seis ocupantes de um helicóptero Aerospatiale AS350 B3e Ecureuil (agora designado Airbus H125), matrícula LN-OFU, que se despenhou na Noruega no passado sábado, dia 31 de agosto, ao fim da tarde, confirmou a polícia norueguesa.

O aparelho estava a fazer um circuito turístico levando a bordo o piloto, de nacionalidade sueca, e mais cinco passageiros bastante jovens, todos noruegueses. Caiu por circunstâncias que se desconhecem em Skoddevare, próximo de Alta, no condado de Finnmark, no topo de uma montanha, tendo ardido imediatamente.

Segundo um canal de televisão norueguês, um dos ocupantes ainda foi recolhido com vida por outro helicóptero, mas, infelizmente, faleceu no hospital da cidade de Tromsø, para onde foi levado.

Os jovens resolveram ir fazer um passeio aéreo, enquanto aguardavam pelos concertos do festival de música ‘Høstspell’ que se realizou na cidade no último fim-de-semana.

O helicóptero era operado pela empresa ‘Helitrans’, que se recusou a esclarecer a imprensa sobre o que se terá passado com a aeronave.

A entidade nacional de inquérito a acidentes aéreos disse no domingo que já tinha sido aberto o inquérito para apuramento das causas do acidente, sendo esperados na Noruega, nesta segunda-feira, dia 2 de setembro, técnicos da Airbus e da entidade de investigação de França, que irão cooperar na comissão de inquérito.

A fábrica francesa de helicópteros Aerospatiale foi integrada no ano de 2000 no Grupo EADS que, em 2013 mudou o nome para Grupo Airbus, com várias divisões, entre elas a Airbus Helicopters que herdou a Aerospatiale e continua a fabricar helicópteros e a dar assistência a toda a gama de aparelhos da marca.

 

  • Foto © Flickr/Theo Eilersten

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica