Bem-vindo, !|Sair
Nunca é tarde para se tentar

Nunca é tarde para se tentar

Depois de um 1º Lusoavia recheado de sucesso e já com a 2ª edição marcada, chegou a altura de, depois de umas férias, voltar a voar e a escrever.

Nos tempos que correm, muito se tem discutido sobre o futuro da aviação: fala-se de aviões sem pilotos, de robôs…e dos assistentes de bordo?

Nos últimos anos as companhias de aviação têm crescido e são necessários, para além dos fantásticos pilotos, os assistentes de bordo. Muitas vezes recebo mensagens a perguntarem o que é preciso para se chegar lá.
Respondo que é preciso gostar do que se faz mas,também, é preciso sorte.
Muitos, é verdade, estão como ‘Assistentes de bordo’ porque se ganha bem, se passeia, se fica em bons hotéis e, na hora do recrutamento a tal sorte de terem ‘caído na graça’ dos recrutadores foi importante.

As grandes gigantes da aviação (falo, por exemplo, da Emirates, Qatar, Qantas, Etihad e já algumas companhias Asiáticas) são companhias que primam pelo processo complexo, mas justo, que conduzem. Podem perguntar muitos de vós como funciona.

Entao, aqui fica:
Antes de mais é preciso falar BEM Inglês. Ler todos sabemos. Já falar nem todos sabem.
A imagem é importante: somos a ‘cara da companhia’ e o primeiro e último contacto do passageiro somos nós!
Ser proactivo e saber trabalhar em equipa é determinante. Ser comunicativo é algo que devemos ser. Todos os conhecimentos são testados e avaliados. Posso-vos dizer que, numa das companhias que vos falei acima o processo é meticuloso e levado à exaustão. Muitas destas companhias já procuram ‘tripulantes com experiência’ e estar 8 horas em entrevistas, provas de Inglês, exercícios de grupo e exames é desgastante mas compensador.
Nem sempre, claro, tudo acaba bem. Ficamos a pensar no que podíamos ter feito ou dito, se a postura foi correcta e se realmente o processo é justo…mas desistir não é a saída.
Tentar uma, duas, três… as vezes que forem precisas, faz de nós uns lutadores de sonhos.

Quem quer voar, quem gosta de voar, desistir não é o caminho.

Lutar pelo que queremos ser é muito gratificante e, mais cedo ou mais tarde, a oportunidade e a compensação vão chegar.
Se fosse fácil e por vezes, justo, a vida teria sentido?

Desejos de boas viagens e bons voos!

 


Nota: Todos os textos publicados na secção blogs integram um espaço de participação dos leitores e seguidores, que convidamos para tal. São da responsabilidade do autor, sendo que não expressam necessariamente a opinião da NEWSAVIA.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica