Oficial da FAB morre em acidente com avião experimental

O tenente-coronel Anderson Jean Oliveira Silva, da Força Aérea Brasileira (FAB), foi uma das vítimas do acidente com um avião experimental que caiu neste sábado, dia 30 de março, no sul de Minas Gerais, noticiou a imprensa do País.

Oliveira Silva estava a pilotar fora do serviço militar um avião particular durante um evento de proprietários e pilotos recreativos.

Trata-se de um oficial conhecido nos círculos político-militares brasileiros, já que foi o responsável pelo planeamento da segurança aérea para a cerimónia de posse do Presidente da República Brasileira, Jair Bolsonaro, no passado dia 1 de janeiro.

O funeral realizou-se na cidade de São Paulo, no passado domingo, dia 31 de março, noticiou a TV Globo.

Segundo uma nota da FAB, o tenente-coronel Anderson Jean Oliveira Silva fazia parte do efetivo do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta I) e trabalhava na Força Aérea desde 1995. O militar não estava em missão oficial da Aeronáutica e participava de um encontro de aviadores no Sul de Minas.

Na aeronave sinistrada viajava também Francisco Tony Souza, de 58 anos, que não teve a profissão divulgada. Ambos moravam em Brasília (Distrito Federal). Pouco após a descolagem, a aeronave bateu contra um barranco no aeródromo de uma pista particular da cidade, tendo os ocupantes sofrido morte imediata.

 

  • LINK notícia relacionada
  • Foto © Reprodução TV Globo

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica