Países Baixos exigem teste negativo à covid-19 a quem chega de avião

O Governo neerlandês anunciou nesta quarta-feira, dia 23 de dezembro, que todos os passageiros que cheguem ao país por via aérea provenientes de uma “zona de risco”, incluindo da União Europeia, terão de apresentar, a partir do próximo dia 29, um teste negativo à covid-19.

Nesta quarta-feira, todos os países do mundo estavam referenciados como potenciais “zonas de risco” segundo o mapa do Ministério dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos sobre a pandemia de covid-19.

“A medida estava já em vigor desde 15 de dezembro para os nacionais dos chamados países terceiros”, afirma o Governo no comunicado agora divulgado, no qual acrescenta: “o Governo está agora a estende-la a todos os voos para a Holanda”.

No comunicado o Governo diz ainda que está a considerar alargar a obrigação de apresentação de um teste PCR negativo (teste de deteção da covid-19) a todos os passageiros da União Europeia que cheguem à Holanda por outros meios de transporte, como “comboio, autocarro e barco”.

No último domingo, os Países Baixos (antes denominada Holanda) foram o primeiro país da Europa a suspender todos os voos de passageiros do Reino Unido, horas depois de o Governo britânico ter anunciado que estava de novo a meter partes do país em confinamento, para tentar conter um surto de infeção de covid-19 atribuído a uma nova estirpe do vírus.

A 14 de dezembro, o primeiro-ministro neerlandês, Mark Rutte, anunciou uma nova série de medidas para combater a covid-19, as mais severas no país desde o início da pandemia, estando o país em confinamento até 19 de janeiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias francesa AFP.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica