Papa Francisco viaja na LAM entre Maputo e Madagascar

O Papa Francisco viajou na sexta-feira, dia 6 de setembro, num avião Boeing 737-700 da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, entre as cidades de Maputo e de Antananarivo, em Madagáscar, onde o Santo Padre prosseguiu esta sua viagem a três países da África Austral no Oceano Índico.

O avião papal, matrícula C9-BAR, descolou de Maputo pelas 12h45 para uma viagem que tinha uma previsão de 02h10. Aterrou em Antananarivo com 30 minutos de avanço sobre a hora estimada.

O Para Francisco foi recebido no portaló no avião pelo diretor-geral da LAM, João Carlos Pó Jorge, e pelos comandante do avião e chefe de cabina do voo (TM8004). No total embarcaram 110 pessoas, a comitiva do Papa e o grupo de cerca de 60 jornalistas acreditados junto do Vaticano que costuma acompanhar as viagens oficiais do Chefe da Igreja Católica.

Durante o voo o diretor-geral da LAM ofereceu ao Papa uma escultura em sândalo representando o pássaro do emblema da LAM. O Papa convidou João Carlos Pó Jorge a sentar-se ao seu lado e conversaram por quatro minutos, noticia o jornal digital ‘Carta de Moçambique’.

O mesmo meio noticia que o comandante do avião foi o diretor de operações de voo da companhia, Hilário Tembe, que levou como co-pilotos Bento Pacho e Timóteo Sitoe.  As tripulação de bordo era toda constituída pelos seguintes assistentes: Julita Tamele (chefe), Amílcar Carneiro, Isabel Salésio, Laila Nahara, Zelito Santo, Lígia Tulcidas e Eugénia Massango.

A LAM não tem ligações regulares com Antananarivo. Por isso o avião levou um mecânico, Rui Macaringue, e uma oficial de voo, Sónia Almeida.

A companhia de bandeira moçambicana já tinha transportado o Papa João Paulo II em 1988, de Maputo para a Nampula e Beira.

Fonte da LAM disse à ’Carta de Moçambique’ que, apesar de ventos fortes em Maputo e em rota, “o voo, em cruzeiro estável, correu lindamente tanto em termos de embarque e desembarque como na descolagem e aterragem”.

Numa reportagem muito completa sobre a viagem do Papa Francisco no avião da LAM, uma circunstância que, naturalmente honra o País e a companhia aérea, a ‘Carta de Moçambique’ não se esqueceu do catering: o Papa escolheu peixe vermelhão grelhado com arroz de coco e para sobremesa doce de mandioca.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica