Bem-vindo, !|Sair

Piloto civil resgatado por duas vezes pelo mesmo piloto militar na Amazónia – com vídeo

 

O piloto civil Ruy Anselmo Garcia Cândido, hoje com 60 anos de idade, sobreviveu a duas quedas de avião, em plena selva amazónica, com intervalo de cinco anos. Na primeira vez ia sozinho a bordo de um avião ligeiro, e na segunda vez, pilotava um Cessna que caiu com mais cinco pessoas a bordo. Felizmente todas se salvaram, tal como Ruy Anselmo.

Homem de sorte, porque sobreviveu sempre, tem nas duas ocorrências uma coincidência curiosa: foi sempre salvo por helicópteros da Força Aérea que viajavam sob o comando do mesmo piloto militar.

É o que nos conta um vídeo que a Força Aérea Brasileira distribuiu há poucos dias no canal ‘You Tube’, inserido na série ‘Valores da FAB’, em que os dois pilotos, o civil e o militar, contam as histórias. Não só de sobrevivência, felicidade e reconhecimento, mas também de abnegação e dedicação de uma carreira, empenhada no Bem Comum e na ajuda ao próximo, como tem sido apanágio dos pilotos da FAB.

As histórias do Tenente-Coronel Aviador Jorge Luís de Oliveira Sampaio, de 44 anos de idade, presentemente colocado como Subcomandante da Base Aérea de Boa Vista, no Norte do Brasil, que neste seu testemunho chega a emocionar-se, e do comandante Ruy Anselmo, que se deslocou por estes dias à base, 11 anos depois do primeiro resgate na selva amazónica, para cumprimentar o ten.-coronel Sampaio, são momentos que honram a Força Aérea Brasileira e todos os aviadores.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica