Pilotos da Air France foram surfar a Bali e deixaram avião e passageiros em terra…

11/07/2015
28244 Views

Três pilotos e um comissário de bordo da Air France que estavam em descanso na escala de Kuala Lumpur, na Malásia, resolveram ir à ilha de Bali, na Indonésia, praticar surf e ficaram apanhados… por um imprevisto que está a resultar para já num atraso de 24 horas do avião que nesta sexta-feira, dia 10 de julho, deveria fazer o regresso do voo regular da companhia francesa a Paris/Charles de Gaulle, noticia a imprensa francesa.

A companhia aérea já confirmou que o voo AF241, que seria feito por um aparelho Boeing 777-200 não pode sair da Malásia por indisponibilidade de alguns tripulantes. Este facto obriga a Air France a deslocar para Kuala Lumpur uma nova equipa de pilotos para substituir os faltosos. Uma das equipas que está na Malásia em descanso ofereceu-se voluntariamente para gozar menos tempo de folga, para depois poderem acertar as escalas, sem mais prejuízos para a companhia.

Entretanto, os 293 passageiros que deveriam viajar nesta sexta-feira estão hospedados em hotéis da capital malaia, pagos pela companhia francesa. Os residentes na cidade voltaram às suas residências. Nova partida está marcada para este sábado, dia 11 de julho, pelas 23h15 locais.

A história é inusitada mas simples de contar: os referidos tripulantes – três pilotos e um assistente de bordo – resolveram tomar um avião e ir à ilha de Bali surfar. Só que aconteceu o imprevisto do Aeroporto de Denpasar, na concorrida ilha indonésia, ter encerrado devido às violentas erupções que se verificaram no Vulcão de Monte Raung, na ilha de Java (LINK nossa notícia anterior). As cinzas vulcânicas paralisaram o tráfego aéreo nos céus sob jurisdição da Indonésia e os tripulantes estão retidos em Bali, sem possibilidades de chegar à capital da Malásia onde deveriam retomar o seu trabalho.

Nas edições noticiosas digitais da imprensa francesa os tripulantes faltosos estão a ser violentamente criticados, pela sua suposta falta de responsabilidade, já que deveriam estar a descansar para tomarem o voo de regresso a França, na melhor situação física e observando todas as condições de segurança exigíveis aos tripulantes, nomeadamente a tripulação técnica, constituído por um comandante de linha aérea e dois co-pilotos.

A Air France contudo, não comentou a ocorrência nessa perspectiva e um porta-voz da companhia apenas respondeu que os dias em que os tripulantes ficam numa escala são para descansar e devem fazê-lo da maneira que melhor entenderem. Não está esclarecido se esses tripulantes teriam comunicado à companhia a sua pretensão de viajar para Bali, que fica a cerca de duas horas de avião.

É natural que a Air France abra um inquérito sobre esta situação já que a não presença desses tripulantes, em Kuala Lumpur, para o voo de regresso a Paris, acarretou para a companhia despesas imprevistas e consideráveis.

1 Comments

  1. Avatar

    as grandes companhias,andam todas a encolher.
    a TAP,ficou aleijada,porque o brasileiro,apostou forte na expansão da companhia
    esqueceu-se do problema com a compra da VEM,a manutençaop da Varig,falida,cheias de dividas
    o nego0cio da TAP,foi uma ruina,o governo,deve ter grandes interesses,na venda da TaP,mas o negocio ainda pode dar para o torto,falta o aval da CEE.
    o que veio a lume,e mentira que o homem dos BUS, tenha 51%,somente tem 5%.
    e necessário ter 51%.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica