Bem-vindo, !|Sair

Plano estadual de turismo do Rio de Janeiro reforcará ligações aéreas regionais

O Aeroporto Internacional de Cabo Frio virou uma boa alternativa para quem deseja chegar ao Rio de Janeiro. Devido a falta de espaço nos aeroportos Internacional António Carlos Jobim/Galeão e Santos Dumont, na capital fluminense, as aeronaves com adeptos e jogadores de outros países estão estacionando na cidade da região da Costa do Sol.

Cerca de 60 jactos executivos já pousaram no terminal desde o começo da Copa do Mundo, a maioria vinda dos Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai e França. As aeronaves das delegações da Holanda, Inglaterra, Chile e Bélgica também já passaram pela cidade.

Muitos torcedores que desembarcaram no aeroporto aproveitaram para conhecer a região, principalmente a própria cidade de Cabo Frio, Armação dos Búzios e Arraial do Cabo, movimentando a economia local.

O aeroporto, que normalmente opera três voos semanais, para Belo Horizonte (Estado de Minas Gerais) e Campinas/São Paulo, além de atender as plataformas da Bacia de Campos, com voos diários de helicópteros, tem recebido uma média diária de cinco jactos executivos. No fim de semana da final da Copa do Mundo, dias 12 e 13 de Julho, deverá receber quase 50 jactos executivos e 10 aeronaves de grande porte.

Recentemente, o secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, Cláudio Magnavita, se reuniu com o ministro-chefe da Secretaria da Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, em Brasília, para falar sobre a inclusão da promoção dos aeroportos regionais no Plano Estadual de Turismo. Para o secretário, a implementação de novos aeroportos regionais, como o de Cabo Frio, Angra dos Reis e Paraty, devem ser acompanhados de um plano de promoção e captação de voos e estímulo de tráfego de turistas.

Segundo a Setur/RJ, o Estado do Rio de Janeiro será o primeiro a desenvolver um plano estadual de turismo, priorizando o desenvolvimento das ligações aéreas regionais. “O Governador  Pezão quer o desenvolvimento do turismo no interior e a chegada dos novos aeroportos mudará completamente o crescimento do fluxo turístico em todo o estado. Angra dos Reis, Paraty e Cabo Frio passarão a ter muito mais competitividade no cenário nacional e temos que estar preparados para este momento” finalizou Cláudio Magnavita.

 

  • Texto publicado pelo ‘Jornal de Turismo’, Brasil
  • Na imagem o Aeroporto de Cabo Frio na região da Costa do Sol, no Estado do Rio de Janeiro

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica