Bem-vindo, !|Sair

Portugal não negou autorização a avião que transportava doente infectado com Ébola

O Instituto Nacional de Aviação Civil (INAC) confirmou nesta tarde de quarta-feira, dia 8 de Outubro, que as autoridades portuguesas não negaram a escala para reabastecimento de um avião ambulância de registo francês que transportava uma médica norueguesa infectada com o vírus Ébola.

O avião civil em causa fez um pedido, na passada segunda-feira, pelas 22h30, para escala técnica, simultaneamente aos aeroportos de Las Palmas (nas ilhas Canárias,Espanha) e da ilha da Madeira (Portugal), não tendo sido invocada, em nenhum momento, situação de emergência, diz a nota do INAC.

“O gestor aeroportuário sugeriu que o reabastecimento fosse efetuado no Aeroporto de Lisboa, por entender que o protocolo de saúde responderia melhor a este caso concreto, na eventualidade de se revelar necessária alguma intervenção”, refere o comunicado do INAC que justifica a opção do comandante da aeronave por ser o aeroporto espanhol o mais perto, na rota que tomara, para se reabastecer.

Neste sentido, o INAC esclarece que “não foi negada qualquer aterragem de emergência, e que a decisão tomada foi a mais adequada no sentido de garantir a melhor resposta à escala técnica solicitada”.

Hoje à tarde, e perante a insistente abordagem deste assunto nos media portugueses, o ministro da Saúde já esclareceu que em Portugal apenas os aeroportos das Lajes, na ilha Terceira (Açores) e de Lisboa é que estão aptos a receberem voos com tais características, já que requerem a existência de pessoal de saúde especializado que esteja familiarizado com as medidas que devem ser tomadas nestes casos. Caso surjam casos que impliquem a escala de voos em território português, o INAC irá sugerir sempre aqueles dois aeroportos, que são civis, mas ambos com áreas de servidão militar.

 

  • O avião que transportou a médica norueguesa da Serra Leoa para Paris é o Cessna 550 Citation II, registo F-HCRT, que a imagem reproduz. Foi construído em 1981 e está ao serviço da empresa francesa ‘ARL – Airlec Air Espace, S. A.’ que se dedica ao aluguer de aviões privados. Já por diversas vezes aterrou em aeroportos portugueses do Continente e dos Açores.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica