Bem-vindo, !|Sair

Português nomeado director do Aeroporto de Santiago do Chile

Correia Mendes FAO

António Correia Mendes

António Ricardo Correia Mendes, que nos últimos 12 anos foi diretor do Aeroporto Internacional de Faro/Algarve, no Sul de Portugal, está indigitado para diretor do Aeroporto Internacional de Santiago do Chile, na América do Sul, estrutura que foi concessionada no final do ano passado ao grupo Vinci Airports, também dono da ANA – Aeroportos de Portugal.

Esta é a primeira grande transferência de quadros da ANA para um aeroporto estrangeiro da rede gerida pela Vinci Airports.

António Correia Mendes, licenciado em Engenharia pelo Instituto Superior Técnico, de Lisboa, e em Marketing pela Universidade Católica Portuguesa/Universidade Nova de Lisboa, é quadro da ANA desde 1987. Em Julho de 1993 assumiu funções de diretor técnico do Aeroporto de Faro, cargo que deixou no final de 2002 para assumir o lugar de director da estrutura aeroportuária do Algarve.

ANA Alberto_Mota_Borges 400px

Alberto Mota Borges

Para o lugar de Correia Mendes, que deixou funções em Faro na sexta-feira passada, dia 12 de Junho, foi nomeado Alberto Mota Borges, que estava colocado na ilha de São Miguel, Açores, como chefe da Divisão de Planeamento, Gestão e Controle da ANA Aeroportos de Portugal para a Região Autónoma dos Açores.

 

Pela sua experiência no sector vai integrar-se já na equipa que está a liderar o consórcio que assumirá a concessão em 1 de Outubro deste ano. O concurso foi lançado no ano passado e os resultados no Jornal Oficial da República do Chile em 21 de Abril passado, depois de conhecida a decisão do Governo de Santiago em Fevereiro anterior.

Aero Santiago Projeto2034 900px

Desenho do projeto de ampliação e modernização do Aeroporto Internacional de Santiago que deverá estar totalmente concluído em 2034, da responsabilidade do consórcio Nuevo Pudahuel, que incluirá ainda uma terceira pista e integração do terminal na rede de metro da cidade, com acesso a outras linhas ferroviárias. A imagem tem sido divulgada pela imprensa chilena desde o passado mês de Abril.

O Grupo Vinci Airports (40%) integra o consórcio Nuevo Pudahuel, em sociedade com os grupos francês ADP – Aéroports de Paris (45%) e italiano Astaldi (15%), que ganhou a concessão de exploração do Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benitez de Santiago do Chile por 20 anos.

O novo contrato só será assumido no dia 1 de Outubro deste ano e são obrigações do consórcio vencedor: a renovação das instalações existentes incluindo a ampliação do terminal de passageiros; a concepção, financiamento e construção de um terminal com uma área de 175 mil metros quadrados de forma que o aeroporto da capital chilena fique apto a movimentar um total de 30 milhões de passageiros por ano. Os investimentos previstos são da ordem dos 18 milhões de dólares norte-americanos, segundo tem referido a imprensa chilena.

O Aeroporto de Santiago do Chile, considerado o sexto maior da América do Sul, movimentou no ano passado 16,1 milhões de passageiros.

Todos os trabalhos de infra-estruturas (concepção e construção) serão da responsabilidade de um agrupamento constituído, em partes iguais pelas empresas VINCI Construction Grands Projets e Astaldi.

 

Roberto Santa Clara Gomes na Associação de Promoção da Madeira

 

ANA Pax_03MIL_Vueling_cSantaClara jun2015_450px

Roberto Santa Clara Gomes fotografado no Aeroporto de Lisboa, com a passageira três milhões da Vueling em Portugal.

Roberto Santa Clara Gomes, quadro da ANA Aeroportos de Portugal, desde 1999, e que exercia presentemente as funções de director-adjunto do Aeroporto Internacional de Lisboa, assumiu nesta segunda-feira, dia 15 de Junho, o cargo de director-executivo da Associação de Promoção da Madeira, por convite do novo Governo Regional da Madeira, que preside ao órgão de promoção institucional do Turismo da Região Autónoma.

Para assumir as suas novas funções Roberto Santa Clara Gomes solicitou uma licença sem vencimento, que durará durante o tempo em que estiver requisitado pelo Executivo Regional madeirense.

Roberto Santa Clara Gomes entrou na extinta ANAM – Aeroportos e Navegação da Madeira (que era uma empresa do universo da ANA responsável pela concessão dos Aeroportos da Madeira e do Porto Santo) em 1999 para a Direção de Marketing, ascendendo a Vogal da Comissão Diretiva em Março de 2004 e a director-adjunto dos Aeroportos da Madeira em 2009. Após a integração da ANAM na ANA assumiu o lugar de director-adjunto do Aeroporto de Lisboa, em Março de 2014, funções que suspende a partir de hoje, pelos fatos atrás referidos.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica