Presidente da ANAC/Argentina sai ileso na queda do avião que pilotava

Tomás Insausti, presidente da Administração Nacional da Aviação Civil (ANAC) da Argentina, saiu ileso de um acidente com um avião ultraleve que ele próprio pilotava, na sexta-feira, dia 30 de maio, em Carmen de Areco, noticia a imprensa argentina.

O aparelho, um ‘Petrel’, matrícula LV-HKA, sofreu sérios danos estruturais e está destroçado. Segundo relatam jornalistas argentinos Tomás Insausti tinha se deslocado a um ‘churrasco’ e quando deslocou com o ‘Petrel’ de regresso não estaria em condições de pilotá-lo, pelo que o avião só se manteve no ar apenas cerca de 15 segundos.

A aeronave era propriedade da empresa ‘Skymasters’, com a qual o presidente da autoridade de aviação civil argentina terá algumas relações próximas. Algumas fontes referem mesmo que é o proprietário.

O governo argentino demorou a confirmar o acidente, pelo que a imprensa nacional especula que houve uma tentativa de encobrir o facto que, naturalmente, nada abona a postura de Tomás Insausti. Ana Pamela Suárez, presidente da Junta de Investigação de Acidentes de Aviação Civil (JIAAC), é acusada de ter protegido o responsável da ANAC/Argentina, tendo mandado retirar os destroços do avião em tempo recorde, sem realizar a necessária perícia, adianta a imprensa argentina.

 

Foto © Reportur.com.ar (Argentina)

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica