Bem-vindo, !|Sair

Primeiro voo do CS300 da Bombardier foi um sucesso, anunciou a construtora

Passatempo VilaGalé - NewsAvia

 

CS300 primeiroVOO_1_ 27fev15 350pxiA fábrica aeronáutica canadiana Bombardier Aerospace revelou na tarde desta sexta-feira, dia 27 de Fevereiro, que o primeiro voo do protótipo do novo avião a jato comercial CS300 foi um sucesso. A tecnologia avançada colocada na produção desta nova aeronave para o segmento de médio curso de um único corredor, com capacidade para entre 100 a 149 passageiros, coloca a Bombardier como parceiro num segmento de mercado altamente competitivo, face a aparelhos de custos mais elevados e de operação também mais cara, como são os casos do Airbus na família A320neo e do Boeing 737 Nova Geração.

O CS300, com o registo canadiano C-FFDK, saiu do Aeroporto de Montreal/Mirabel, na província do Quebeque, pelas 11h00 locais (16h00 no horário UTC) e regressou cerca de cinco horas depois, tendo pousado pelas 15h58 (20h28 no horário UTC), informou a Bombardier que acrescenta que o aparelho atingiu uma altitude máxima de 12.500 metros e uma velocidade de 470 km/h.

Nas instalações da construtora em Mirabel, cerca de dois mil trabalhadores da Bombardier, acompanhados por membros do Conselho de Administração da construtora, parceiros de negócio, fornecedores e clientes, desafiaram as temperaturas gélidas para assistir e seguir as primeiras evoluções do novo CS300.

O comandante Andris (Andy) Litavniks, que foi o co-piloto do primeiro voo do CS100, avião de menor capacidade da mesma família de transporte de médio curso, em 16 de Setembro de 2013, foi o piloto designado pela Bombardier para comandar o voo inaugural do CS300. Ao seu lado foi o piloto Christophe Marchand e os engenheiros de teste de voo Anthony Dunne e Mark Metivet.

“Foi um privilégio muito grande ter estado no primeiro voo de cada um dos aviões da CSeries, porque estes aparelhos marcam uma transição muito importante na aviação comercial, sobretudo pela simplicidade do seu cockpit, que permite a pilotos certificados noutras aeronaves entrarem facilmente, e com poucos custos de formação, na nova aeronave”, disse o comandante Litavniks, no final do voo.

 

Os aviões CS100 e CS300 vão continuar o seu programa de testes. A Bombardier considera que o primeiro modelo, que já tem mais de 1.000 horas de voos de teste, poderá ser certificado pelas autoridades internacionais no segundo semestre deste ano.

A construtora canadiana promete aos seus clientes uma importante redução de custos operacionais e de combustível com a CSeries. Até agora foram reservados 563 aviões, dos quais 243 em encomendas firmes.

 

1 Comments

  1. Really nice Aircraft.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica