Projeto da NAV Portugal ganha reconhecimento internacional

O projeto ‘Model of ATM Reality in Action’ (MARIA), desenvolvido pela NAV Portugal, foi reconhecido pela CANSO, organização que junta os prestadores nacionais de serviços de navegação aérea, como um dos oito projetos que mais contribuíram para reduzir os riscos associados à aviação, no último ano, anunciou nesta quinta-feira, dia 8 de novembro a entidade pública empresarial que garante a prestação dos serviços de tráfego aéreo no espaço aéreo sob jurisdição de Portugal.

A CANSO é o órgão internacional representativo das empresas que fornecem serviço de navegação e controlo aéreo, com sede em Amesterdão, na Holanda. As entidades filiadas congregam cerca de 85%   de todo o tráfego aéreo mundial. A Conferência Anual de Segurança (‘Global ATM Safety Conference 2019’) realizou-se em Paris durante a corrente semana, entre os dias 4 e 7 de novembro.

O MARIA começou a ser desenhado em 2012 tendo como propósito a compilação e sistematização de informação sobre todo o sistema de gestão de tráfego aéreo, incluindo, não só as funções sob direta responsabilidade da NAV, como de elementos da restante comunidade com os quais um prestador de serviços de navegação aérea (designado internacionalmente pelas iniciais ANSP) interage. Este modelo documenta as interdependências entre funções, fluxos de informação, recursos e procedimentos de diferentes áreas, além dos regulamentos nacionais ou internacionais aplicáveis.

O projeto foi desenvolvido pela equipa da NAV Portugal a partir de entrevistas e observações e tem evoluído através da sua utilização ao longo dos últimos anos. O modelo é hoje utilizado pela NAV Portugal para descrever a arquitetura do sistema de gestão de tráfego aéreo e das unidades de controlo aéreo, também para a antecipação e identificação de perigos e para tornar avaliações de segurança mais precisas e eficientes.

O MARIA permite avaliar os impactos que alterações técnicas, operacionais ou processuais numa dada área têm nas restantes, permitindo logo numa fase inicial a contenção dos efeitos indesejados, melhorando a eficácia das avaliações de segurança.

Além do reconhecimento internacional agora atribuído pela CANSO, o MARIA já vinha suscitando o interesse de várias congéneres internacionais, sendo reconhecido e apoiado pelo EUROCONTROL, aplicado na Torre de Controlo de Hamburgo e suscitado visitas e pedidos de informação por parte dos congéneres da Áustria, Hungria, Geórgia, Bulgária e Qatar.

Dada a forma como este modelo foi desenvolvido, a NAV Portugal está disponível para partilhar e apoiar a sua implementação noutros ANSP.

 

Sobre a NAV:
A NAV Portugal tem como missão a prestação de serviços de navegação aérea no espaço aéreo sob responsabilidade de Portugal, dividida em duas Regiões de informação de Voo: RIV de Lisboa, que compreende toda a área de Portugal Continental e Arquipélago da Madeira, e RIV de Santa Maria, que compreende o Arquipélago dos Açores e uma vasta área do Oceano Atlântico Norte. Possui um centro de Controlo de Tráfego Aéreo em Lisboa, e um Centro de Controlo de Tráfego Aéreo Oceânico em Santa Maria, e Torres de Controlo nos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro, Madeira, Porto Santo, Santa Maria, Ponta Delgada, Horta e Flores e no aeródromo de Cascais. Possui ainda infraestruturas e sistemas de apoio à navegação aérea em todo o território nacional, controlando mais de meio milhão de voos por ano. Conta com uma equipa de cerca de 1.000 técnicos altamente qualificados, que asseguram a segurança dos passageiros e aeronaves 24 horas por dia, ao longo de todo o ano.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica