Quebra nos lucros leva a novos cortes de custos na Air France-KLM



 

O grupo Air France-KLM vai implementar novas medidas de redução de custos, após os resultados dos primeiros seis meses de 2015 revelarem um decréscimo de 22% nos lucros operacionais e um prejuízo superior a 12% no semestre. Estas medidas incluem o corte de rotas e a restrição de capacidade no Inverno. O grupo registou um lucro de 185 milhões de euros nos últimos três meses (a terminar em 30 de Junho), mas um prejuízo de 232 milhões de euros na primeira metade do ano.

As receitas do segundo trimestre cresceram 3% para um total de 6640 milhões de euros, revela o comunicado financeiro da Air France-KLM para os primeiros seis meses do ano. Mas neste “Outlook”, o grupo estima que alguma poupança conseguida nos combustíveis tenha sido absorvida pela pressão sobre as receitas dos bilhetes e pelos efeitos negativos dos câmbios. “Este é um meio ainda mais desafiante”, acrescenta o documento, que incita a companhia a “acelerar” a implementação do programa de reestruturação Perform 2020, que irá fechar rotas responsáveis por fortes perdas e rever os planos de capacidade para o período do Inverno em diante, especialmente, em sectores mais fracos como o Brasil e o Japão. O grupo vai cortar em 14% a sua capacidade para o Japão, em 5% para o Brasil e em 6% para a África Oriental.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica