Queda de bimotor Piper PA-31 na Colômbia provoca sete mortos

Morreram sete dos nove ocupantes de um avião bimotor Piper PA-31-350 Navajo, matrícula colombiana HK5229, que se despenhou por razões desconhecidas logo após a descolagem do Aeroporto Guilhermo León Valencia, na cidade de Popayán, no sudoeste da Colômbia, na manhã deste domingo, dia 15 de setembro.

A aeronave pertencia à companhia regional TransPacíficos e realizava um voo com destino a López de Micay. A bordo seguiam sete passageiros e dois pilotos. Dois passageiros, homens de 27 e 34 anos de idade, encontram-se hospitalizados no Hospital Universitário da cidade, com múltiplas fraturas e perfurações no corpo, sendo o seu estado de saúde considerado muito grave, segundo os últimos boletins clínicos.

O avião caiu sobre um bairro popular, de construções clandestinas, conhecido por bairro ‘La Isla’, na localidade de Junín. Destruiu a cobertura de algumas habitações, mas felizmente não se registaram vítimas entre a população. Uma criança de 10 anos de idade, foi assistida num hospital e encaminhada para os serviços de apoio psicológico, pois estava muito abalada com o sinistro.

A Aeronáutica Civil da Colômbia distribuiu um comunicado em que lamentou o trágico acidente e comunicou que a Junta de Investigação de Acidentes esteve no local a recolher perícias para o inquérito que procurará apurar as causas do acidente. A aeronave e os pilotos tinham todas as licenças e certificações técnicas válidas, de acordo com o mesmo documento.

O Presidente da República Iván Duque, também lamentou a ocorrência, apresentou condolências às famílias das vítimas do acidente, que ocorreu bastante cedo, pelas 06h10 da manhã locais. Numa mensagem pelo Twitter o Chefe de Estado colombiano manifesta a sua solidariedade com os cidadãos de Popayán.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica