Queda de helicóptero militar na Venezuela mata sete oficiais

Foi encontrado ao princípio da tarde deste sábado, dia 4 de maio, o helicóptero militar que estava desaparecido desde o alvorecer quando viajava entre Caracas e San Carlos, no Estado Cojedes. As equipas de resgate identificaram os destroços do aparelho FAV59180, um ‘Cougar’ da Força Aérea Venezuelana, e confirmaram a morte dos sete ocupantes, todos oficiais das Força Armada Nacional Bolivariana (FANB), sendo quatro da Força Aérea e três do Exército, segundo informações veiculadas pela imprensa venezuelana, mas ainda não confirmadas pela autoridade militar.

O aparelho tinha descolado pelas 05h50 da manhã, juntamente com outro do mesmo tipo da Base Aérea Francisco Miranda, em La Carlota, no centro de Caracas, com destino a San Carlos de Cojedes, onde se encontra neste sábado o Presidente da República Nicolas Maduro e as chefias militares em visita denominada de trabalho. Após a descolagem os pilotos não comunicaram mais com o controlo de voo. Logo que o segundo helicóptero pousou foram accionados todos os protocolos de busca e resgate no sector de El Volcan, município de El Hatillo, no Estado Miranda, onde provavelmente poderia ser encontrado o helicóptero desaparecido.

Logo que foi lançada a operação de busca e resgate, diversas pessoas em El Hatillo, disseram que tinham ouvido, pelas 06h00 locais, o ruído da passagem dos helicópteros e depois uma série de explosões. Câmaras de vigilância colocadas em residências locais mostraram a passagem do helicóptero e depois a sua eventual queda. Contudo, as imagens eram de má qualidade, dada a situação de mau tempo que assolava a zona, nomeadamente nevoeiro.

Os trabalhos de busca e resgate, com várias dezenas de efectivos na zona do desaparecimento do helicóptero militar, foram atrasados pelo intenso nevoeiro. Com o levantar do dia puderam prosseguir e descobrir os destroços do aparelho e recolher os corpos.

No passado dia 25 de abril, um outro helicóptero militar, ao serviço da Guarda Nacional Bolivariana (GNB) de Venezuela, caiu sobre a praça de toiros de Maracaibo, no Estado Zulia. Morreram dois militares, entre eles o general Alfonso Torres Páez, comandante-chefe da Zona 11 da GNB.

Nos dois acidentes, o verificado a 25 de abril, e neste de sábado, dia 4 de maio, não há qualquer evidência de atentado, como certa imprensa e blogues informativos dominados por opositores ao regime de Nicolas Maduro, pretendeu insinuar.

 

  • Notícia atualizada às 10h45 UTC de 6 de maio de 2019.
  • Foto de abertura © TWITTER/Paramedicos Viales MPPT@paramedicosmtt

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica