Recolhida uma das duas caixas negras do avião indonésio que caiu no Mar de Java

Mergulhadores da Marinha de Guerra Indonésia conseguiram resgatar nesta terça-feira, dia 12 de janeiro, uma das duas caixas negras do Boeing 737-500 da Sriwijaya Air, que, no passado sábado, se despenhou no Mar de Java, quatro minutos após a descolagem do aeroporto internacional de Jacarta (LINK notícia relacionada).

As caixas negras, onde estão registados os dados e as conversas entre os dois pilotos, e que são fundamentais para o apuramento do que terá acontecido de errado neste voo, foram localizadas a cerca de 23 metros de profundidade. A maioria dos destroços do avião sinistrado, encontram-se dispersos num profundidade de até 35 metros, segundo indicaram os responsáveis da agência nacional de busca e resgate e da marinha indonésias que estão envolvidos nos trabalhos.

Além de diversas partes do avião, incluindo um motor, já foram recolhidos despojos humanos que estão a ser analisados e serão identificados por uma equipa de médicos legistas destacada no local. No acidente morreram 62 pessoas, 56 passageiros e seis tripulantes.

Numa conferência de imprensa realizada nesta terça-feira, dia 12 de janeiro, em Jacarta, o responsável máximo pela serviço nacional de busca e resgate (Basarnas) confirmou a recolha da caixa negra e esclareceu que se trata da que contém os dados do voo, designada por ‘Flight Data Recorder (FDR). Falta encontrar aquela que regista as conversas que decorrem na cabina de pilotagem. Continuam as buscas.

A caixa negra foi apresentada aos jornalistas sob forte escolta militar, tendo sido anunciado que os dados contidos na gravações serem analisados e transcritos pela comissão de inquérito, na Indonésia.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica