Bem-vindo, !|Sair

Royal Air Maroc recruta comissários de bordo na Guiné-Bissau

A Royal Air Maroc (RAM), companhia aérea do Reino de Marrocos, no norte de África, iniciou uma operação de recrutamento de comissários de bordo na Guiné-Bissau, anunciou a empresa em comunicado.

A operação enquadra-se na vontade da Royal Air Maroc afirmar a sua presença em África. “Este processo prova a vontade da companhia de reforçar a sua presença em África pelo emprego duma taxa importante nesta categoria de profissionais originários da África Ocidental”, refere a companhia. Segue-se também à visita de Estado do Rei Mohammed VI de Marrocos à Guiné-Bissau, em Maio passado, durante a qual foram assinados diversos protocolos de cooperação económica entre os dois países.

A RAM adianta que a campanha de recrutamento de pessoal navegante comercial de diferentes culturas e originários dos países da África a sul do Saara, lançada em 2014, permitiu integrar 140 pessoas, o que representa 15 porcento do conjunto do pessoal desta categoria da companhia.

Os tripulantes bissau-guineenses vão acrescentar-se aos originários do Senegal, da Costa do Marfim, da Guiné Conacri, do Mali, da Guiné Equatorial e de Cabo Verde, indica o comunicado.

Por serem naturais de um país lusófono, os profissionais que serão admitidos na Guiné-Bissau distinguem-se pelo seu domínio da língua portuguesa, o que vai permitir à companhia melhorar a qualidade dos seus serviços destinados aos viajantes para os países lusófonos, nomeadamente em matéria de comunicação.

A Royal Air Maroc opera a partir da cidade marroquina de Casablanca para cinco capitais lusófonas, nomeadamente Luanda (Angola), Bissau (Guiné-Bissau), Lisboa (Portugal), São Paulo (Brasil) e Praia (Cabo Verde).

Os interessados poderão ver as normas de candidatura e fazer a sua inscrição através do site da companhia aérea marroquina, seguindo o seguinte LINK.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica