Bem-vindo, !|Sair

Ryanair confirma novas rotas – Ilha Terceira terá voos diretos de Lisboa e do Porto

A Ryanair anunciou nesta terça-feira, dia 6 de setembro, que vai iniciar no próximo mês de dezembro duas novas rotas entre aeroportos portugueses.

O anúncio foi feito na cidade de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, nos Açores, que passará a estar ligada a Lisboa e ao Porto, com voos diretos da companhia de baixo custo irlandesa.

Do Aeroporto Internacional Humberto Delgado/Lisboa para o Aeroporto Civil das Lajes, na ilha Terceira, haverá quatro ligações semanais – às segundas, quartas, sextas-feiras e domingos – e do Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro/Porto serão realizados dois voos semanais, às terças-feiras e aos sábados.

Numa conferência de imprensa realizada nesta terça-feira na ilha Terceira, que passa a ser o quinto destino servido pela Ryanair em Portugal, depois de Lisboa, Porto, Faro/Algarve e São Miguel (Açores), Niall O’Connor, diretor de rotas da companhia irlandesa, disse que as perspectivas de tráfego para o primeiro ano de operação é de 100 mil passageiros.

“A nossa fórmula imbatível de preços baixos e serviço ao cliente ‘Sempre a Melhorar’ tem assegurado o crescimento contínuo nos Açores desde o nosso primeiro voo em 2015 e estas novas rotas refletem ainda mais o nosso compromisso em continuar a trazer turismo e criar novos empregos nos Açores e em Portugal”, referiu Niall O’Connor.

Na reunião com os jornalistas, em que esteve presente também a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e o vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Sérgio Ávila, foi anunciado que as reservas já estão disponíveis no site da companhia, com preços a partir de 19,99 euros por cada percurso.

 

Falando na conferência de imprensa, o vice-presidente do Governo dos Açores destacou a “conclusão de um compromisso assumido em abril”, que conduziu ao anúncio do início dos voos de baixo custo entre o continente português e o Aeroporto das Lajes, previsto para dezembro.

Sérgio Ávila acrescentou ficar assim consolidada uma das medidas previstas no Plano de Revitalização Económica da Ilha Terceira (PREIT) e que se consubstanciava na “dinamização da componente do turismo como fator essencial na criação de riqueza, de desenvolvimento da ilha e de criação de emprego”.

Na sua intervenção, o vice-presidente mostrou-se convicto de que, a partir de dezembro, o início dos voos irá ter “um impacto muito significativo” na atividade económica, na geração de riqueza e na criação de emprego na Ilha Terceira, em particular, e na Região Autónoma dos Açores, em geral.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica