Salam Air, empresa aérea de Omã, encomenda seis jatos E195-E2

A SalamAir, companhia aérea de baixo custo de Omã, no Médio Oriente, assinou um pedido firme para seis jatos E195-E2, da fábrica brasileira Embraer, com direito de compra para outras seis aeronaves. O E195-E2, avião mais silencioso e eficiente da categoria, será entregue a partir do final de 2023, com uma confortável configuração com 135 assentos com duas classes de serviço. O negócio está avaliado em 934,6 milhões de dólares norte-americanos, a preço de lista, com todas as opções sendo exercidas. A operação será adicionada à carteira de pedidos firmes da Embraer do terceiro trimestre de 2022.

A companhia aérea de baixo custo baseada em Mascate optou pelo E195-E2 para complementar a sua frota de aviões de corredor único da Airbus em função dos benefícios e da flexibilidade proporcionados pelo dimensionamento adequado da frota. Além disso, a escolha possibilita o aumento das frequências e rotas, desenvolvendo novos mercados de forma lucrativa.

“A aeronave se tornará uma parte essencial da nossa frota. É emocionante sermos a primeira companhia aérea do Médio Oriente a voar no incrível E195-E2. As aeronaves da Embraer representam o que há de melhor em termos de eficiência ambiental, desempenho operacional e conforto para os passageiros. A sofisticada aerodinâmica da aeronave, o projeto inovador das asas e as novas tecnologias possibilitam uma excecional eficiência energética. Essas aeronaves são perfeitas para a próxima etapa do nosso crescimento, permitindo a abertura de novas e mais frequentes rotas locais e regionais, devido à sua eficiência de combustível e capacidade, atendendo às necessidades desses mercados. A nova frota será usada inicialmente em voos domésticos, incluindo quatro campos petrolíferos e quatro aeroportos internacionais dentro de Omã. À medida que recebermos mais aeronaves, poderemos usá-las em aeroportos regionais em países vizinhos, que hoje não estão conectados a Omã”, refere em nota de imprensa o comandante de linha aérea Mohamed Ahmed, presidente executivo da Salam Air.

“É ótimo estar crescendo no Oriente Médio Oriente, uma região que normalmente concentra viagens de longa distância. Para a Embraer, também é importante ver uma companhia aérea de baixo custo e pioneira como a Salam Air reconhecer o valor que os E-Jets entregam às empresas aéreas deste segmento, complementando as aeronaves narrowbody maiores para viabilizar e expandir as malhas aéreas”, destaca Arjan Meijer, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial, citado num comunicado da construtora aérea brasileira, distribuído nesta quinta-feira, dia 6 de outubro.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica