SATA Azores Airlines enfrenta nova greve de quatro dias do pessoal de cabina

A companhia aérea portuguesa SATA – Azores Airlines anunciou nesta quinta-feira, dia 24 de outubro, que voltou a acionar o plano de contingência, face ao segundo período de greve decretado pelo Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), para os tripulantes de cabina da empresa que decorrerá de 25 a 28 de outubro.

Perante os factos a Azores Airlines avisa os parceiros de negócio para a eventualidade da sua operação aérea sofrer constrangimentos, atrasos e/ou cancelamentos no referido período. Do mesmo modo, está a proceder ao contacto dos passageiros com reservas efetuadas, a fim de os reacomodar em voos alternativos.

Um comunicado distribuído na tarde desta quinta-feira, em Ponta Delgada (ilha de São Miguel, Açores) destaca que “à semelhança do ocorrido a semana passada, a transportadora aérea volta a sugerir aos passageiros com reservas efetuadas para os períodos de greve, que procedam à alteração da viagem (sem custos adicionais) ou solicitem o reembolso da mesma, em caso de desistência. Poderão fazê-lo, através dos contactos habituais, lojas SATA, Contact Center, ou através do agente de viagens, com o qual efetuaram a sua reserva”.

Perante a ameaça de paralisação, a transportadora aérea poderá apenas garantir a realização dos voos decretados de serviços mínimos obrigatórios. Nesta situação encontram-se, apenas, as ligações entre o Continente Português e os destinos Pico, Faial e Santa Maria. Todas as outras ligações previstas poderão sofrer atrasos e/ou cancelamentos.

“A transportadora aérea lamenta os incómodos que esta situação possa vir a causar aos seus passageiros. Fará tudo o que estiver ao seu alcance para minimizar os transtornos decorrentes desta situação”, conclui a nota informativa da companhia do Grupo SATA.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica