SITEMA aceita proposta da TAP – Técnicos de manutenção voltam ao horário inteiro

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Os associados do SITEMA – Sindicato dos Técnicos de Manutenção de Aeronaves decidiram aceitar a proposta da TAP para o regresso dos técnicos de manutenção de aeronaves (TMA) ao regime de horário inteiro (full time). A decisão foi tomada após plenário dos trabalhadores da TAP filiados e respetiva votação, indica um comunicado da organização sindical, divulgado nesta quarta-feira, dia 13 de julho, em Lisboa.

“Quando o SITEMA iniciou este modelo de part time, o objetivo era recuperar o horário completo de trabalho assim que houvesse essa possibilidade”, diz o texto do comunicado subscrito pelo presidente da direção do SITEMA, Paulo Manso.

O sindicato considera que a TAP recuperou grande parte do tráfego perdido em 2019 e os níveis de trabalho estão acima daquilo que era a realidade pré-pandemia. Existem agora menos TMA e o volume do trabalho é semelhante, ou até maior, do que o existente antes da pandemia.

Paulo Manso refere no comunicado do SITEMA: “Temos um número de voos próximo do que existia em 2019, temos novas aeronaves e temos cada vez menos técnicos. A saída de colegas devido à falta de condições e ao ambiente vivido na empresa continua a um ritmo muito elevado. De tudo isto resulta um défice claro de TMA.”

Com a decisão de terminar o part time, o SITEMA e os 666 técnicos de manutenção de aeronaves ao serviço da TAP que o sindicato representa levantam também a greve às horas extraordinárias que estava em curso desde agosto de 2021.

Assim, “os TMA deixam claro que continuarão a colaborar ativamente para a recuperação da companhia, contudo, a retoma da normalidade para os nossos técnicos deve ser total”.

Contudo, o sindicato reafirma que irá “continuar a exigir a reposição dos cortes salariais de 20%, que são totalmente despropositados e estão a tornar-se um forte entrave à normal operação da TAP e a levar a que cada vez mais TMA abandonem a companhia”.

O SITEMA reitera que os TMA continuam descontentes com a situação vivida na empresa, mas estão disponíveis, uma vez mais, para fazerem parte da solução para que a TAP continue a ser considerada uma companhia de renome internacional e de excelência.

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

KC-390 da FAP ganha prémio mais importante em festival internacional no Reino Unido

Um avião KC-390 Força Aérea Portuguesa (FAP) foi distinguido...

Governo reuniu-se com a ANA para preparar o projeto do Novo Aeroporto de Lisboa/Luís de Camões

O ministro das Infraestruturas e Habitação e o secretário...