Bem-vindo, !|Sair

TAAG esclarece porque pediu ao Governo 900 milhões de dólares

A TAAG – Linhas Aéreas de Angola, vem a público esclarecer que os 900 milhões de dólares, que solicitou ao governo para sua capitalização, representam o valor total do passivo contraído na compra das aeronaves da companhia.

Em comunicado de imprensa, chegado na sexta-feira, dia 18 de maio, à agência noticiosa ‘Angop’, em Luanda, a companhia angolana de bandeira justifica o esclarecimento, face as imprecisões na análise lógica dos dados avançados pelo Presidente do Conselho de Administração, José Kuvíngua, por altura da apresentação do Plano Estratégico da TAAG, para os próximos cinco anos.

De acordo com a nota, é importante realçar que a TAAG apenas solicitou ao Governo, através do Ministério das Finanças, a capitalização dos seus empréstimos e passivos do balanço, contraídos para a aquisição das aeronaves no passado.

A Administração da TAAG, depois de analisar a situação, solicitou ao Ministério das Finanças que autorize a transferência deste passivo dos empréstimos do governo, para a conta de capital.

Adianta que este exercício administrativo, possibilitará a redução substancial das perdas acumuladas, ao longo dos anos, e reforçará os capitais próprios do seu balanço, sendo que a operação é somente um ajuste contabilístico e não envolve dispêndio de recursos financeiros por parte do Estado Angolano.

Por ocasião da apresentação do Plano Estratégico da TAAG, José Kuvíngua havia informado que a companhia precisa do apoio do governo de 952 milhões de dólares norte-americanos para eliminar as perdas acumuladas no balanço, superiores a 1.063 milhões.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica