Bem-vindo, !|Sair

TAAG pretende aumentar número de voos semanais Luanda-Harare (Zimbabué)

A companhia aérea angolana pretende aumentar, a breve prazo, o número de ligações semanais entre os aeroportos de Luanda e de Harare, capital do Zimbabué.

Titus Chapfuguma, director comercial da TAAG – Linhas Aéreas Angolanas naquele país, afirmou a uma estação de rádio, que a companhia angolana vai anunciar em breve o aumento de voos, que actualmente, é de um único por semana, para três ou mais.

A procura é muito grande, justifica o responsável comercial da TAAG, que aponta como causa o facto da Air Zimbabwe, companhia nacional, ter se retirado da rota. Por outro lado os negócios entre os dois países têm crescido bastante. Até ao final do próximo mês de Maio, uma delegação mista angolana, formada por representantes governamentais e empresários, deverá deslocar-se a Harare, onde negociará algumas oportunidades de investimento já referenciadas.

O Zimbabué (ex-Rodésia do Sul) tem sido, na última década, um dos países africanos com mais alta taxa de inflação. Assiste-se actualmente a uma reanimação da economia e dos negócios, depois de diversos anos de fuga de capitais e de empresários, alarmados pelas posições demasiado radicais de Robert Mugabe, o carismático político que lidera o país desde 1980. A abertura agora ensaiada, e de certo modo protegida pelo governo, tem por objectivo cativar investidores e, também no sector dos transportes aéreos, começou a ter alguns bons desenvolvimentos.

No ano passado o grupo Air France/KLM retomou os voos entre a Europa e Harare, depois de uma ausência de 13 anos. As maiores e mais importantes companhias aéreas africanas estão a voar para o Zimbabué: Ethiopian, Kenyan e South African.  A Emirates, companhia do Golfo Pérsico, também voa para o Zimbabué, sendo muito importante na ligação para diversos países asiáticos, nomeadamente para a China, que tem diversos negócios e parcerias neste país africano. Outras companhias regionais também abriram voos para o país como é o caso da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique, país com fronteira comum, que inaugurou duas novas rotas das cidades de Maputo e da Beira para Harare. A TAAG, após o anunciado aumento de voos semanais, tornar-se-á uma das companhias com maior presença no aeroporto da capital zimbabuena.

1 Comments

  1. A Taag tem que continuar no bom caminho e dar passos como este, um de cada vez! É possível crescer e tornar-se numa referência dos céus africanos!

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica