Bem-vindo, !|Sair

TAP proporciona emocionante regresso do grupo de Cante Alentejano de Serpa – com vídeo

A TAP trouxe na sexta-feira, dia 28 de Novembro, de volta a casa, para uma calorosa e sentida receção, a delegação promotora da candidatura do Cante Alentejano a Património Cultural Imaterial da Humanidade, que esteve em Paris para receber da UNESCO o importante reconhecimento universal.

A chegada ao Aeroporto Internacional de Lisboa já foi vista por muitos nos media portugueses e nas redes sociais, mas a TAP disponibiliza agora o filme de tudo o que se passou a bordo do voo que levantou a cultura e identidade portuguesas ainda mais alto.

O Cante Alentejano, uma forma de expressão artística muito peculiar dos habitantes do Alentejo, uma província portuguesa, localizada a Sul do território nacional europeu, foi consagrado pela UNESCO no mesmo dia que a Roda de Capoeira, outra peculiar expressão artística dos brasileiros, ganhou igual distinção e em semelhante patamar mundial.

Em Paris, onde as representações aguardaram na sede da UNESCO o veredicto da comissão intergovernamental reunida na Indonésia, esteve a representação portuguesa, que se deslocou de autocarro, em excursão promovida pela Câmara Municipal de Serpa que teve o apoio do Grupo Coral e Etnográfico da Casa do Povo de Serpa. A nomeação por aclamação verificou-se na quinta-feira, dia 27 de Novembro.

O Cante Alentejano é a terceira nomeação de uma candidatura portuguesa a Património Cultural Imaterial da Humanidade, depois do Fado e da Dieta Mediterrânica. O fado é uma expressão artística e musical individual, enquanto o cante é colectiva e nasceu entre as gentes humildes do Alentejo. Na justificação da nomeação, o comité intergovernamental da UNESCO salienta o que é considerada uma das maiores virtudes desta actividade artística: «Este canto “feito para aproximar as pessoas” reflecte muitos dos valores que regem este órgão das Nações Unidas, sendo “uma referência de paz e serenidade”, de “solidariedade e fraternidade”».

«Não houve quaisquer objecções à nomeação portuguesa, e só o Brasil – que viu a roda de capoeira integrar a mesma lista no dia anterior – pediu a palavra para felicitar brevemente a inclusão do cante. “Temos apreço pela nossa herança portuguesa e estamos tão emocionados quanto os portugueses”, disse a delegada brasileira», escreve a enviada do jornal português ‘Público’ que em Paris acompanhou a delegação alentejana de Serpa e toda a comitiva portuguesa.

A chefe de cabina do voo Paris-Lisboa manifestou-se honrada por ter feito este voo. Descende de uma família de alentejanos de Serpa, disse no vídeo que se pode ver, seguindo o link, no final desta matéria.

A chefe de cabina do voo Paris-Lisboa manifestou-se orgulhosa e honrada por ter feito este voo. Descende de uma família de alentejanos de Serpa, disse Silvina Galego no vídeo que se pode ver, seguindo o link, no final desta matéria.

Quanto ao que aconteceu no regresso a Lisboa, no conforto de um voo da TAP Portugal, com uma tripulação muito orgulhosa do Património do seu País, liderada pelo comandante Paulo Machado e a chefe de cabina Silvina Galego, o filme disponibilizado pela companhia aérea conta tudo e é bem expressiva e envolvente toda e emoção deste momento.

 

  • Veja o filme do “Voo do Cante” no canal TAP no YouTube. Acesse neste LINK

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica