Bem-vindo, !|Sair

TAP reconhece perturbações na rede devido à chegada tardia dos novos Airbus

A TAP já resolveu o problema que surgiu num dos trens do avião A340-300 (CS-TOB) que aos primeiros minutos da madrugada de hoje, segunda-feira, dia 16 de Junho, foi obrigado a retornar ao Aeroporto Internacional de Lisboa, de onde partira 31 minutos antes com destino a Luanda (TP 289).

António Monteiro, Director de Comunicação e Relações Públicas da companhia aérea portuguesa, disse esta manhã ao ‘NewsAvia’ que a avaria estava solucionada e que o avião tinha nova partida marcada para o princípio da tarde de hoje. Quer em Lisboa, quer em Luanda, a TAP deu assistência aos passageiros afectados (um total de cerca de 400 pessoas nas duas escalas) a quem a companhia forneceu transporte, alojamento hoteleiro e refeições.

Comentando outros atrasos de que a companhia está a ser protagonista nas linhas de longo curso, António Monteiro confirmou a situação anormal porque passa actualmente a TAP, devido sobretudo ao atraso na entrada ao serviço dos dois novos Airbus A330-200 (CS-TOQ e CS-TOR), neste momento parados nos hangares da TAP em Lisboa, onde estão ser adaptados ao ‘make-up’ comercial da companhia. São trabalhos que estão atrasados, também devido à chegada tardia dos aviões. A companhia estava a contar tê-los operacionais a meados do passado mês de Maio. Outras avarias, que acontecem e são normais em qualquer companhia aérea, e as revisões temporárias obrigatórias a que estão sujeitos os aviões, são factores responsáveis pelos atrasos e cancelamentos que hoje se verificam com mais frequência na rede da companhia portuguesa.

A TAP tem, no último mês, uma factura enorme a pagar a diversas companhias aéreas pelo aluguer de aeronaves (regime ACMI), a empresas portuguesas e estrangeiras, custos que são agravados pelos preços altos praticados, devido à Copa do Mundo, e também à falta de aviões disponíveis, com as características que a TAP pretende.

Os novos A330-200 não têm ainda data de entrada ao serviço. Devem estar prontos até final do mês. António Monteiro diz que a TAP está confiante que na primeira semana de Julho a situação comece a regularizar-se, mesmo que a companhia tenha de recorrer a mais alguns ACMI’s. Em situações destas é preciso atender os passageiros e lhes dispensar o conforto e qualidade de serviço que é tradicional na companhia.

As adaptações mais demoradas do que se previa, nos quatro aviões da família A320, entretanto adquiridos para o reforço das rotas de Verão, também podem criar alguns constrangimentos na primeira semana de Julho.

 

  • Última notícia anterior relacionada: ‘LINK

3 Comments

  1. Pingback: NewsAvia | Avião da TAP que seguia para Luanda retornou a Lisboa com avaria mecânica

  2. Por causa de tudo isto, a TAP foi obrigada a fretar um A340 da Iberia (desconheço a modalidade do lease).

  3. Assisti através dum site especializado, ás voltas que este avião efectuou na zona entre Arrábida e Comporta na noite de domingo. A baixa altitude e reduzida velocidade, cheguei a pensar que era mais complicado. Ainda bem que o retorno á Portela correu bem.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica