TAP, SATA e CV Airlines vão fazer voos essenciais entre Portugal e Cabo Verde em agosto

Cabo Verde e Portugal retomam voos semanais essenciais a partir de 1 de agosto, via Praia e Mindelo, com a condição de realização de testes à covid-19 nos dois sentidos, anunciou nesta segunda-feira, dia 27 de julho, o ministro cabo-verdiano dos Negócios Estrangeiros.

O anúncio da criação do corredor aéreo entre os dois países foi feito durante uma conferência de imprensa, na Cidade da Praia, em que o governante africano esteve ladeado do embaixador de Portugal em Cabo Verde, António Moniz.

Luís Filipe Tavares explicou que a decisão de realizar esses voos vem na sequência de um pedido feito por Portugal, afiançando, neste sentido, que serão garantidas todas as condições sanitárias e que os passageiros só poderão viajar mediante a realização de testes PCR (Polymerase Chain Reaction) à covid-19 negativos.

Os voos, por motivos familiares, de negócios, estudos, profissionais, oficiais e de carácter humanitário serão realizados pelas companhias dos dois países, nomeadamente TAP, SATA e Cabo Verde Airlines.

“A condição exigida pelo governo português, tendo em conta as recomendações da União Europeia, tem que ver com a realização dos testes nos dois sentidos”, afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades, salientando que esses voos permitirão que Cabo Verde e Portugal continuem ligados económico e socialmente.

Conforme explicou, nesta fase os voos semanais serão realizados a partir de Praia e São Vicente e os voos de origem serão realizados a partir do aeroporto de Lisboa, tendo informado que por razões técnicas, o Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, na ilha do Sal, não foi incluído na lista.

Luís Filipe Tavares afiançou, ainda, que os voos essenciais entre Cabo Verde e Portugal serão realizados até a data da abertura da fronteira de Cabo Verde.

Por seu turno, o embaixador de Portugal em Cabo Verde destacou o nível de cooperação entre os dois países, adiantando que o seu país abriu uma exceção para os voos essenciais dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e alguns voos dos Estados Unidos.

“(…) Não sei quando Cabo Verde irá abrir seu espaço aéreo, mas pelo menos, enquanto não o faz nós iremos continuar a realizar esses voos, para atender essas situações, nomeadamente de carácter humanitário e muito urgentes”, afirmou António Moniz.

Quanto a emissão dos vistos, o diplomata explicou que os Schengen, aqueles que são decididos a nível da União Europeia, ainda se encontram suspensos, informando, por outro lado, que a Embaixada de Portugal já tem instruções para emitir vistos para estudantes.

A fronteira de Cabo Verde está fechada desde Março deste ano, mês do surgimento do primeiro caso do novo coronavírus no País, na ilha da Boa Vista.

O arquipélago ficou de fora da lista de países que podem entrar na União Europeia a partir de julho.

Cabo Verde registou, este domingo, mais 49 novos casos positivos de covid-19, elevando o total de infectados para 2.307 desde início da pandemia, em março de 2020, tendo o país registado 22 mortes.

 

  • Texto da Inforpress – Agência Cabo-Verdiana de Notícias

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica