TAP volta ao mercado para financiar-se em 300 milhões de euros

A companhia aérea portuguesa de bandeira regressa ao mercado de capitais para se financiar. Desta vez pretende obter 300 milhões de euros, segundo anunciou a empresa nesta segunda-feira, dia 18 de novembro.

A oferta é dirigida “a investidores institucionais de obrigações sénior com o valor nominal agregado indicativo de 300 milhões com maturidade em 2024 e taxa de juro a ser definida após o período da oferta”.

As receitas da oferta vão servir para antecipar o “reembolso de determinados empréstimos no âmbito do passivo existente da TAP e extensão do respetivo prazo médio de maturidade” e para o “pagamento de comissões e despesas relacionadas com a oferta das obrigações”.

A companhia aérea portuguesa já tinha realizado este ano uma operação de financiamento no valor de 200 milhões de euros, na que foi a maior operação em bolsa desde 2012. Na operação estiveram envolvidos 6.092 investidores, com mais de 50% da operação a ser realizada por investidores particulares, segundo anunciou a companhia no passado dia 23 de junho.

No total dessa emissão, a sociedade ‘Transportes Aéreos Portugueses, S. A.” atraiu mais de seis mil investidores de retalho e a procura global pelas obrigações foi 1,55 vezes superior à oferta, sendo que mais de 50% da procura foi de investidores particulares, o que levou a presidente da Euronext (Bolsa de Valores de Lisboa), Isabel Ucha, a afirmar que essa “foi a maior emissão de obrigações de uma empresa portuguesa nos últimos anos”. O investimento médio dos particulares foi de 20 mil euros por investidor. A procura superou em 8,12 vezes o montante inicial em oferta no segmento geral.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica