Temporal destruidor em Campo de Marte (SP) – Oito aeronaves com prejuízos

Um forte temporal que se abateu na tarde desta quarta-feira, dia 30 de janeiro, sobre a zona norte de da cidade de São Paulo, no Brasil, provou danos consideráveis no Aeródromo de Campo de Marte, onde estão sediadas empresas de manutenção de aeronaves ligeiras, empresas de táxis aéreos e aviação executiva, clubes de aviação e helicópteros de serviço oficial, nomeadamente da Polícia do Estado de São Paulo.
As informações reveladas pelos canais televisivos e pelos sites informativos brasileiros dizem que a chuva torrencial caiu acompanhada de vento forte, com rajadas que chegaram a atingir os 100 km/hora, e de granizo, a partir das 17h30 locais (19h30 UTC).

Fotos © Globonews/Divulgação

Os prejuízos são visíveis em toda a zona norte da capital paulista, mas sobretudo no Campo de Marte, onde foram destelhados três hangares, tendo um deles ficado descoberto totalmente. A queda de materiais e o arrastamento de destroços provocaram estragos em, pelo menos oito aviões que se encontravam estacionados dentro dos hangares ou à sua volta. As imagens das redes televisivas mostram ainda algumas aeronaves sobrepostas, o que mostra que muitas delas foram arrastadas pela força do vento.

Ao fim da tarde, a Infraero distribuiu um comunicado em que afirma: “Os bombeiros da Infraero no Campo de Marte estão na área do hangar privado ‘Marte Updates’, cujo teto caiu sobre algumas aeronaves por volta de 17h10, por causa da chuva forte e do vento que atingiram a capital paulista no final desta tarde. Não há feridos. No momento, o trabalho no local é para conter possível vazamento de combustível, além de monitorar novos riscos de desabamento.”

Aguarda-se o balanço oficial dos acontecimentos, provavelmente apenas na quinta-feira, dia 31 de janeiro.

 

 

 

 

 

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica