TICV (ex-Binter CV) prepara-se para voar para a Guiné-Bissau e o Senegal

A companhia TICV – Transportes Interilhas de Cabo Verdee, antes designada por Binter Cabo Verde, tem em perspectiva alargar a sua actividade para as repúblicas africanas da Guiné-Bissau e do Senegal, anunciou o diretor-geral da TICV, Luís Quinta, em declarações à agência portuguesa de notícias ‘Lusa’.

Luís Quinta enfatizou que a companhia, que assegura as ligações aéreas entre sete ilhas de Cabo Verde, sendo atualmente o único operador regional no país, não recebeu “um único incentivo [do Estado] em qualquer forma que fosse”. A companhia espanhola Binter, com sede nas ilhas Canárias, investiu 13 milhões de euros em Cabo Verde, quando criou uma subsidiária da companhia, com COA cabo-verdiano, servida presentemente por quatro aviões ATR72-600, com registos de Cabo Verde e com um quadro de 140 trabalhadores.

A TICV tem em curso, este ano, “dois grandes projetos” no âmbito das certificações da Associação Internacional de Transportes Aéreos (IATA, na sigla inglesa), a “mudança do IATA Accouting Code 474 para 383”, bem como a conclusão do ‘IATA Operational Safety Audit’ (IOSA).

“Quando estes projetos estiverem finalizados, estaremos então em condições de iniciar o estudo de fazer voos internacionais. Aspiramos, nos próximos anos, a poder voar para destinos como a Guiné-Bissau e Senegal”, disse o diretor-geral da TICV.

Naqueles dois países da costa ocidental africana vivem grandes comunidades cabo-verdianas, o mesmo acontecendo em Cabo Verde de senegaleses e guineenses.

Sobre a transformação da Binter CV em TICV, iniciada em 2019 e agora concluída, Luís Quinta explicou tratar-se de uma “normal mudança de estratégia comercial” para uma marca com que o cliente cabo-verdiano “se identifique melhor”.

“Os nossos valores que merecidamente nos caracterizam, como pontualidade, regularidade, conectividade e fiabilidade, continuarão presentes dentro da marca, mas achamos que nesta altura da existência da empresa seria melhor uma nova direção, mais chegada ao público e ao passageiro de Cabo Verde, daí o ‘Transportes Interilhas de Cabo Verde’”, sublinhou.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica