Bem-vindo, !|Sair

Trabalhadores de empresa de ‘handling’ garantem regalias e direitos da TACV

O Sindicato da Indústria, Transportes, Telecomunicações, Hotelaria e Turismo (SITTHUR) levantou hoje o pré-aviso de greve de 48 horas anunciada para o próximo dia 2 de Maio pelos trabalhadores da TACV afectos ao serviço da assistência na terra, após a negociação meditada pela Direcção-Geral do Trabalho, anuncia a agência noticiosa estatal de Cabo Verde.

Em declarações à ‘Inforpress’, o presidente do SITTHUR, Carlos Lopes, adiantou que o pré-aviso foi levantado após a administração da transportadora aérea cabo-verdiana TACV ter garantido, ao pessoal em causa, os postos de trabalho nas mesmas condições contratuais na empresa ‘handling’.

“Foi assinado um documento que garante os cerca de 300 postos de trabalho com as mesmas condições contratuais na empresa ‘handling’, que será detida a 100 por cento pela TACV, o subsídio de turno e da refeição, conforme os direitos adquiridos”, disse.

O acordo, segundo este dirigente sindical, consubstancia-se em dois pontos essenciais na defesa dos direitos dos trabalhadores. O acordo assinado permite que os trabalhadores migrados para a nova empresa de ‘handling’ continuem a usufruir da facilidade de transporte.

Já no que respeita a reivindicação para a reposição do poder de compra dos trabalhadores, perdida nos últimos oito anos, o sindicalista admitiu que as partes não chegaram a um entendimento pelo facto da TACV ter argumentado que não está em condições financeiras para proceder o reajuste salarial.

A criação de uma empresa de ‘handling’ totalmente autónoma das operações da TACV é uma das decisões já tomadas pelo Governo de Cabo Verde para poder aumentar valor à companhia aérea estatal atendendo a um cenário de próxima privatização.

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica