Bem-vindo, !|Sair

Tráfego no Aeroporto da Madeira continua a crescer- TAP lidera trimestre e ganha mais quota de mercado

A TAP terminou o primeiro trimestre deste ano no Aeroporto Internacional da Madeira com mais 17,2 mil passageiros que no período homólogo de 2013, o que equivale a metade do aumento do movimento total do Aeroporto, que apesar de estar a comparar com um período que incluiu a Páscoa, que em 2013 foi a 31 de Março, ao contrário deste ano, teve mais 32.405 passageiros.

Dados do Aeroporto da Madeira a que o ‘PressTUR’ teve acesso indicam que a TAP, apesar desse efeito de calendário, cresceu no Funchal 11,2%, que compara com um aumento médio do Aeroporto em 7%.

A penalizar o crescimento médio estiveram as outras três maiores companhias, a easyJet, que cresceu, mas apenas 1% (mais 803 passageiros, para 80.255), a Air Berlin, que teve uma queda em 9,8% (menos 3,4 mil, para 31.209), e a Transavia.com, com -0,7% (menos cerca de 180, para 26.053).

Igualmente em queda estiveram a Thomson Airways, com -6,9% (menos cerca de 1,5 mil, para 20.793), a TUIfly, com -5,1% (menos cerca de 800, para 14.881), a Primera Air, com -20,8% (menos cerca de 2,8 mil, para 10.680), a SATA Internacional, com -39,5% (menos cerca de 6,5 mil, maior queda do primeiro trimestre, para 9.917), e a Norwegian, com -8,7% (menos cerca de 720, para 7.581).

A compensar estas quedas, depois da TAP estiveram principalmente a companhia charter White, que assumiu os contratos com o operador francês ‘Air4’ para transportar turistas procedentes de Nantes, Paris/Charles de Gaule e Lyon, e que somou 8.625 passageiros, quando em 2013 não operara, e o início de operações da TUIfly Nordic, com 7.387.

Também com aumentos estiveram a Condor, com +15,2% (mais 2,9 mil, para 22.044), a Monarch, com +41,8% (mais 6,2 mil, para 20.912), a Thomas Cook Scandinavia, com +18,6% (mais 1,7 mil, para 10.937), a Finnair, com +27,9% (mais 1,4 mil, para 6.680), e a Germania, com +19,3% (mais mil, para 6.487).

No mês de Março, em que se fez sentir mais o efeito ‘falta da Páscoa’, ainda assim o Aeroporto da Madeira teve um aumento do número de passageiros de voos comerciais em 7% ou 8,8 mil, para 190.102, designadamente pelos aumentos de 5,1 mil da TAP (+8,6%, ara 63.708) e pelas novas operações da White (5.265 passageiros).

A maioria das maiores companhias no Aeroporto do Funchal cresceu no mês de Março, verificando-se apenas as excepções da Thomson Airways (-3,2% ou menos 240, para 7.158), TUIfly (-0,2%, para 5.830), Primera Air (-6,4% ou menos cerca de 320, para 4.767), SATA Internacional (-59,7% ou menos 4,5 mil, para 3.030) e Norwegian (-17,5% ou menos 570, para 2.697).

Em valor absoluto, depois da TAP os maiores crescimentos no mês de Março foram da Transavia.com, com mais 1,8 mil (+23,8%, para 9.445), Thomas Cook Scandinavia, com mais 1,7 mil (+54,5%, para 4.748), Condor, com mais 1,3 mil (+19,2%, para 8.082), Finnair, com mais 1,1 mil (+59,6%, para 2.834), Air Berlin, com mais 560 (+4%, para 14.476), e easyJet, com mais 160 (+0,6%, para 28.078). A estes crescimentos somou-se ainda o início de voos da TUIfly Nordic, que transportou 1.517 passageiros.

A TAP foi a transportadora de 33,5% do total de passageiros que voaram de e para o Funchal em Março, mais 1,2 pontos que no mês homólogo de 2013, distanciando-se mais da easyJet (-0,6 pontos, para 14,8%) e da Air Berlin (-0,1 pontos, para 7,6%).

A reforçarem a quota de mercado em Março estiveram também a Transavia.com, com +0,8 pontos, para 5%, e a Condor, com +0,5 pontos, para 4,3%, a Thomas Cook Scandinavia, em 0,8 pontos, para 2,5%, e a Finnair, em 0,5 pontos, para 1,5%.

No trimestre, reforçaram a TAP, em 1,3 pontos, para 34,3%, a Condor, em 0,3 pontos, para 4,4%, a Monarch em 1 ponto, para 4,2%, a Thomas Cook Scandinavia, em 0,2 pontos, para 2,2%, a Finnair, em 0,2 pontos, para 1,3%, e a Germania, em 0,1 pontos, para 1,3%.

Os maiores decréscimos foram da SATA Internacional, em 1,5 pontos para 2%, da Air Berlin, em 1,2 pontos para 6,3%, da easyJet, em 0,9 pontos para 16,1%, da Primera Air, em 0,7 pontos para 2,1%, e da Thomson Airways, em 0,6 pontos para 4,2%.

 

  • Não obstante a quebra no primeiro trimestre deste ano, já esperada porque a companhia anunciou que iria retirar voos da Madeira, situação que foi colmatada por outras companhias alemães que trabalham com operadores do país, a verdade é que a maior procura está a ser grande nos voos da Air Berlin para este início de Verão IATA. A companhia viu-se obrigada a colocar dois aviões A330-200 nas linhas de Munique e de Dusseldorfe, aos sábados. Anteontem estiveram ao mesmo tempo na Madeira duas aeronaves desse modelo, situação que deverá repetir-se nalguns dos próximos sábados, segundo conseguimos apurar. A imagem é da autoria do Paulo Ricardo Faria, que conseguiu integrar no seu enquadramento mais um Boeing 737-800 da Norwegian Air Shuttle.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica