Bem-vindo, !|Sair

Três guardas civis de Espanha morrem em acidente com helicóptero

Um helicóptero da Guarda Civil de Espanha, que estava empenhado no resgate de um montanhista ferido, despenhou-se nesta manhã de domingo, dia 24 de Agosto, pelas 09h00 locais, em Maraña, zona de Polinosa, província de Leão, na Comunidade Autónoma de Leão e Castela, no noroeste de Espanha. Morreram os três ocupantes do aparelho, dois pilotos e um agente da brigada especial de resgate em montanha.

O helicóptero fora chamado ao local pelas 08h30 da manhã para atender um montanhista que caiu e fracturou uma perna. Participava no ‘XIII Raid Picos da Europa’. Chegado ao local desembarcou um dos resgatadores que desceu até junto do ferido a fim de colocá-lo na maca para ser içada para bordo. Foi durante o período de espera que o helicóptero colidiu com a escarpa da montanha, descontrolando o voo e caindo para o fundo de um vale, onde se incendiou.

Morreram ambos os pilotos – um capitão de 55 anos de idade e um tenente de 47 – e um agente resgatador de 50. O resgatador que estava em terra salvou-se, mas infelizmente, foi testemunha do acidente que tirou a vida aos seus companheiros, o que o deixou bastante abalado.

Um segundo helicóptero foi em socorro, tendo confirmado a morte dos ocupantes que caíram com a aeronave acidentada e levado de volta à base o outro resgatador e o ferido que, seguiu para tratamento numa unidade hospitalar.

O jornal nacional de Espanha ‘El Mundo’ refere hoje no seu sítio online que, desde 1982, morreram, em Espanha, 14 militares da Guarda Civil e uma espeleóloga britânica que estava a ser resgatada, em acidentes com helicópteros da corporação, incluindo as três vítimas de ontem.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica