Bem-vindo, !|Sair

Tripulante da Emirates cai de B777-300ER em Entebe – Morte confirmada


 

Uma tripulante de cabina da companhia árabe Emirates caiu desamparada da porta de um avião Boeing 777-300ER (matrícula A6-EGU), numa posição de estacionamento de aeronaves no Aeroporto de Entebe, no Uganda, nesta quarta-feira, dia 14 de março.

Segundo notícias divulgadas em diversos blogues e sites de informação aeronáutica, há testemunhos de tripulantes da aeronave que dizem que a tripulante abriu uma das portas de emergência do avião e terá pulado propositadamente para o solo com uma garrafa de vidro na mão junto com a sua mala depois de uma troca de palavras em voz alta com alguns colegas de tripulação.

As primeira notícias indicavam que a tripulante tinha fraturado os dois joelhos e tinha vários cortes no corpo devido a ter caído sobre a garrafa de vidro que transportava.

A Autoridade Nacional de Aviação Civil do Uganda confirmou o incidente e anunciou que as autoridades aeroportuárias e policiais estão a apurar as exatas circunstâncias em que ocorreu este triste evento. Disse ainda que a mulher, de nacionalidade búlgara e a trabalhar na Emirates há vários anos, foi recolhida ainda com vida. Na manhã desta quinta-feira, dia 15 de março, um porta-voz do Hospital Kisubi, em Entebe, confirmou que a tripulante chegou aos Serviços de Urgência hospitalar já morta. A Emirates emitiu um comunicado, esta quinta-feira, dia 15 de março, em que afirma que a tripulante de cabina caiu de “uma porta aberta enquanto preparava o avião para o embarque do voo EK730 de Entebe” para o Dubai.

Face ao incidente o voo EK730 entre Entebe e o Dubai saiu do Uganda com cerca de 75 minutos de atraso. O avião partiu pelas 16h51 locais com nova tripulação, já que esta rota prevê rendição de tripulantes, que ficam naquele país africano a descansar. Pousou no Dubai pelas 21h40 locais.

 

  • Notícia reescrita e atualizada às 13h30 UTC de quinta-feira, dia 15 de março.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica