Tripulantes da TAP não admitem inclusão dos voos para as ilhas nos serviços mínimos

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

O Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) considerou nesta terça-feira, dia 22 de novembro, que a greve dos tripulantes de cabina, marcada para os dias 8 e 9 de dezembro, deverá ter uma oferta de serviços mínimos limitada, afastando-se das ligações entre continente e ilhas por haver alternativas.

Num pré-aviso publicado na comunicação social, o SNPVAC regista que voos de regresso diretamente para o território nacional para Lisboa e Porto, voos de emergência, voos militares e voos de Estado, nacional ou estrangeiro são considerados “como serviços mínimos a assegurar a satisfação das necessidades sociais impreteríveis, no período decretado de greve”.

O sindicato acrescenta que “o conceito de necessidades impreteríveis apenas se confina às regiões autónomas dos Açores e da Madeira”, onde o transporte aéreo é essencial “por razões de coesão nacional e isolamento das populações”.

De fora do pré-aviso ficam, para já, os voos da TAP entre continente e ilhas das regiões autónomas.

O SNPVAC regista que nos dias da greve haverá “outras operadoras (SATA/easyJet/Ryanair) que asseguram a ligação entre o continente e qualquer uma das ilhas das regiões autónomas, existindo, por conseguinte, meios alternativos de transporte aéreo”.

Na segunda-feira, dia 21, o sindicato afirmou que a TAP tinha apresentado uma proposta aos tripulantes de cabina, mas que não tinha condições para a analisar no prazo estabelecido pela companhia aérea (LINK notícia relacionada).

Os tripulantes de cabina da TAP anunciaram uma greve nos dias 8 e 9 de dezembro, convocada pelo SNPVAC, apontando como motivos o “descontentamento, revolta e mal-estar” entre os trabalhadores.

A TAP e os sindicatos encontram-se em negociações para a revisão do Acordo de Empresa (AE), no âmbito do plano de reestruturação.

 

  • Foto de abertura © Rui Sousa

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

Companhia nacional do Reino do Butão adquire cinco aviões da família Airbus A320

A Drukair – Royal Bhutan Airlines, companhia aérea de...

Pilotos da TACV convocados para reunião com o Governo de Cabo Verde na próxima quarta-feira

A Direção Geral do Trabalho (DGT) da República de...

Emirates volta a recrutar tripulantes de cabina em Portugal – Entrevistas decorrem nesta semana

A Emirates está a organizar ‘Open Days’, novamente em...