Bem-vindo, !|Sair

Airbus A320 da Germanwings caiu nos Alpes Franceses – 150 mortos

*Notícia em Actualização – 13h44 UTC / 26 Março

De acordo com a BBC os passageiros não se aperceberam do que se estava a passar até 1 minuto antes da colisão.

A policia alemã já se encontra em buscas na casa do piloto Alemão.

*Notícia em Actualização – 12h10 UTC / 26 Março

Co-piloto levou 144 passageiros e 5 colegas tripulantes para a morte

O procurador francês encarregue da investigação do acidente anunciou há momentos que foram as acções do co-piloto Andreas L. Venait, alemão residente em Montabaur, Rhénanie-Palatinat, que levaram o A320 da Germawings a descer e despenhar-se contra os Alpes.
De acordo com as provas do gravador de voz, Andreas terá aproveitado a ida ao banheiro (casa de banho) do piloto no comando Patrick S., natural de Dusseldorfe (Alemanha) para tomar conta do aparelho.

Piloto que está agora acusado pelas entidades francesas

*Notícia em Actualização – 11h40 UTC / 25 Março

Caixa negra já está a ser analisada.

Contudo rumores não confirmados, circularam nos fóruns da especialidade, nesta madrugada, através de uma fonte anónima que afirmava que a leitura já haveria sido feita e teria indicado um ruído na cabine seguido de um input de descida no FMC. Não seria registada qualquer acção por parte da tripulação durante a descida após esse input, sugerindo uma incapacidade por parte da mesma. O Auto-pilot teria se desligado aquando dos avisos do GPWS momentos antes do impacto.

Esta informação, correu rapidamente entre a comunidade de profissionais e entusiastas de aviação por todo o mundo, mas até ser confirmada pelas entidades oficiais, que planeiam fazer uma declaração em breve sobre a leitura das caixas negras, terá de ser encarada como pura especulação.

*Notícia em Actualização – 17h40 UTC
Primeiro video do local do acidente


*Notícia em Actualização – 15h20 UTC

Primeira imagem conhecida do local onde se despenhou o A320 da Germanwings, vendo-se alguns focos de incêndio dos destroços queimados. Foto transmitida na conta de Twitter do jornal francês ‘Le Dauphiné Libéré’ @ledauphine:

  • Notícia em actualização – última 14h20 UTC

Destroços localizados.

GErman-Wings-Equipas-de-resgate
Equipas de resgate já localizaram os corpos. Relatos descrevem que os destroços espalham-se por mais de 2 km. Avião está totalmente destruído.  O Airbus A320 D-AIPX foi construído em 1990 e acumulava mas de 58.300 horas de voo, cerca de 46.700 ciclos. Tinha sido intervencionado pela equipa de manutenção na noite anterior, a 23 de Março.  Tripulação era experiente. O comandante tinha mais de 10 anos neste tipo de aeronave na mesma companhia e mais de 6.000 horas de voo.

 

Gráfico que mostra a razão de descida do avião com recurso a dados do Google.  

GErman-Wings-ultimos 9 minutos de voo

 

  • Notícia em actualização – última 13h15 UTC

 

Equipas de socorro e de resgate estão a constituir uma base para transbordo das vítimas, num planalto próximo do local onde caiu o avião da Germanwings, apenas acessível por helicóptero.

 

Fotos seguintes são da autoria de um socorrista no local via twitter : @ActuSecours

 

 

GErman-Wings-equipas-de-resgate-no-terreno-2 GErman-Wings-equipas-de-resgate-no-terreno-3 GErman-Wings-equipas-de-resgate-no-terreno

  • Notícia em actualização – última 12h15 UTC

Um Airbus A320 da companhia alemã Germanwings despenhou-se nesta manhã de terça-feira, dia 24 de Março, na zona de Barcelonnette, próximo da cidade de Digne-les-Bain, na região Alpes-de-Haute-Provence, a sudeste de Marselha, França. A bordo seguiam 144 passageiros e seis tripulantes.

A polícia francesa logo que chegou ao local do acidente, poucos minutos depois, a bordo de dois helicópteros, comunicou que as primeiras impressões era de que não haveria sobreviventes entre os destroços carbonizados do aparelho. O próprio Presidente da República Francesa, François Hollande, fez uma comunicação ao país, em que lamentou a ocorrência de mais este acidente aéreo e confirmou a primeira impressão recolhida pelos agentes policiais. Mais tarde o primeiro-ministro e o ministro do Interior franceses confirmaram oficialmente, em Paris, a tragédia, com um total de 148 mortos.

O avião, registo D-AIPX, com 24 anos de serviço, primeiro na Lufthansa (entregue a 06 de Fevereiro de 1991 e baptizado com o nome ‘Mannheim’) e presentemente na Germanwings, realizava o voo 4U-9525, entre as cidades de Barcelona (Espanha) e de Dusseldorfe (Alemanha), uma das rotas mais populares da companhia de baixo custo alemã uma subsidiária do Grupo Lufthansa (100% do capital), com sede no Aeroporto de Colónia.

As informações conhecidas apontam para uma queda inesperada do aparelho, que desceu em oito minutos, completamente descontrolado de 38.000 pés (cerca de 12.500 metros) de altitude até ao impacto no solo. Os radares assinalam um pedido de socorro da tripulação pelas 09h47 UTC, sem outros comentários conhecidos, seguindo-se uma zona branca de comunicações entre o avião e os serviços de controlo aéreo da zona, tendo-se verificado o impacto no terreno pelas 10h27 UTC. Notícias que, naturalmente, estão sujeitas a confirmação nas próximas horas.

Segundo os registos do Flightradar24 o avião perdeu contacto com os radares, pelas 09h39 UTC quando se encontrava a cerca de 6.800 pés (cerca de 2.200 metros) de altitude. Num twett, em que se mostra a trajectória da queda do A320 da Germanwings, o Flightradar24 comenta que foram “oito minutos de absoluto terror”, tendo o impacto se verificado à velocidade de 400 nós (cerca de 720 quilómetros) por hora.

A Lufthansa manifestou na sua conta de Twitter a sua profunda consternação por este acidente e aponta que este será “um dos dias mais negros da sua história”.

 

GErman Wings ultima posicao grafico

 

Actualizada as 12:00 UTC

Três equipas, com 240 bombeiros franceses e 210 elementos de segurança, encontram-se a caminho da zona onde foram localizados os destroços.

Confirmam-se 42 cidadãos espanhóis entre as vítimas.

 

Actualizada as 11h20 UTC

Autoridades francesas já localizaram os destroços do aparelho. Estão a cerca de 2000 metros de altitude, numa zona de difícil acesso. Equipas de salvamento dirrigem-se para o local. Sinal de emergência foi enviado às 10h47 locais quando a aeronave marcava uma descida de 3.000 a 4.000 pés por minuto nos radares.

Primeiro SOS foi declarado as 09h47 locais.

 

 

Actualizada as 10h40 CET

Um Airbus A320, registo D-AIXP da companhia alemã Germanwings que fazia a ligação entre as cidades de Barcelona (Espanha) e Dusseldorfe (Alemanha) despenhou-se, na manhã desta terça-feira, dia 24 de Março, pelas 09h25 locais (10h25 UTC), nos Alpes Franceses, perto da cidade de Digne Les Bains. A bordo seguiam 142 passageiros e 6 tripulantes.

O Presidente da República Francesa  já comunicou à imprensa francesa que não espera que haja sobreviventes.

Tudo indica que que o embate com o solo tenha sido violento.

De acordo com o Flight Radar o Airbus estava em subida para os 38.000 pés quando iniciou uma descida até se perder o sinal aos 6.800 pés.

 

 

GErman-Wings-ultima-posicao-Flight-RAdar24

 

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica