Bem-vindo, !|Sair

Vendas de voos domésticos nas agências portuguesas ‘dispararam’ 10,4% em Março passado

As agências de viagens portuguesas venderam em Março, através do sistema BSP, bilhetes de voos domésticos no valor de 6,19 milhões de euros, em alta de 10,4%, como já não acontecia há pelo menos três anos, que fontes do mercado dizem ao ‘PressTUR’ ser um muito bom indicador da procura de Páscoa em destinos internos, designadamente na Madeira e nos Açores.

Os dados do BSP (do inglês ‘Billing and Settlement Plan’, sistema gerido pela IATA, através do qual as agências de viagens pagam às companhias aéreas os bilhetes de voos regulares reservados em plataformas GDS) têm a característica de ser o que as companhias aéreas designam por receita vendida, porque a venda está consumada, mas ainda não voada, porque o cliente tanto pode comprar a passagem aérea para o dia seguinte como para os meses seguintes.

O mercado português continua a caracterizar-se por comprar muito em cima da data de partida, as fontes do ‘PressTUR’ acreditam que o aumento das vendas em Março reflecte a procura para Páscoa que este ano é a 20 de Abril, quando no ano passado foi a 31 de Março.

Esta situação da Páscoa acontecer mais tarde levaria desde logo a um aumento das vendas em Março, porque o mercado ‘corporate’, que é o que tem mais peso, se mantém activo, e um decréscimo em Abril, pelas férias.

O segmento das viagens de lazer tenderia também a estar mais comprador em Março e os dados do BSP parecem confirmá-lo e indicando que surgiu com mais força que nos últimos anos.

Essas tendências explicarão o crescimento em 10,4% ou seja 583 mil euros das vendas de voos domésticos em Março, se bem que quando se compara com 2011, em que a Páscoa foi a 24 de Abril, as vendas este ano foram inferiores em 31,9% ou 2,9 milhões de euros.

Assim, enquanto em Março de 2011 as vendas de voos domésticos representaram 12,3% das vendas totais BSP das agências de viagens portuguesas, em Março deste ano ficaram em 8,2%, ainda assim melhor que os 7% de Fevereiro.

Aliás, enquanto nos primeiros dois meses deste ano as vendas de voos domésticos se mantinham em queda de 3,7%, depois de Março as vendas acumuladas no trimestre têm pela primeira vez desde 2012 um aumento homólogo, ainda que ligeiro, em 1,4% ou 221,5 mil euros, para 15,6 milhões.

O mercado de voos domésticos vendidos pelas agências de viagens caiu 25% em 2012, seguindo-se uma queda em 10,8% em 2013, com a qual entre 2011 e 2013 tem um decréscimo em 33,1% ou 33,4 milhões de euros, para 67,6 milhões.

  •  Foto: ANA – Aeroportos de Portugal

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica