Virgin Australia atrasa dois anos a chegada dos Boeing 737 MAX

O grupo de transporte aéreo Virgin Australia Holdings anunciou nesta terça-feira, dia 30 de abril, que alcançou um acordo com a Boeing quanto à reestruturação das entregas de aviões Boeing 737 MAX, que deveriam ser recebidos a partir de novembro deste ano.

Assim, segundo informação divulgada pelo segundo maior grupo australiano de aviação comercial, foram adiadas as entregas, que só ocorrerão a partir de 2021. A Virgin Australia conseguiu ainda converter uma opção de compra de 15 aparelhos B737 MAX 8 para MAX10, de maior capacidade, que serão os primeiros a ser recebidos na Austrália, a partir de 2021. Os MAX 8 começarão a ser entregues apenas em 2025.

Esta reestruturação, segundo um comunicado da holding, representa uma significativa poupança de capital, com a vantagem da Virgin Australia receber primeiro um modelo de avião que se adapta melhor às suas necessidades, tendo em conta as previsões de tráfego para a zona da Austrália/Pacífico. Por outro lado, comentou o presidente executivo do grupo, Paul Scurrah, os aviões chegarão às companhias australianas com tempo suficiente para serem feitas todas as modificações e correções que tiverem de ser feitas, e que sabemos estar em curso, depois de dois desastres fatais. “A Virgin Australia preza muito a sua segurança, dos seus passageiros e dos seus passageiros, e essa questão não deixou de pesar nesta negociação”, disse Paul Scurrah, que reafirmou total confiança na Boeing e a certeza de que a construtora norte-americana irá ultrapassar com sucesso os problemas agora identificados.

O Grupo ‘Virgin Australia Holdings Limited’ é a holding que possui e opera as companhias aéreas Virgin Australia, Virgin Australia International Airlines, Virgin Australia Regional Airlines e Tigerair Australia.

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica