Voo da British entre Londres e Dusseldorf aterra em Edimburgo por engano

Um voo operado pela companhia alemã WDL Aviation (imagem de abertura), ao serviço da British Airways, que partiu na manhã desta segunda-feira, dia 25 de março, do Aeroporto de Londres/City, no centro financeiro da capital britânica, com destino à cidade alemã de Dusseldorf, aterrou, para surpresa dos passageiros, no Aeroporto de Edimburgo, na Escócia, no norte da Grã-Bretanha.

Apuradas as razões porque tal tinha acontecido as autoridades aeronáuticas e a própria companhia aérea chegaram à conclusão que o avião BAe 146-200, matrícula D-AMGL, descolou de Londres/City, com um plano de voo trocado, por negligência de quem estava responsável pela sua execução. A tripulação apenas seguiu o plano, e como estava aprovado, não houve dificuldade nenhuma em seguir viagem ou, sequer, surpresa dos controladores aéreos.

Segundo disseram alguns passageiros na chegada a Edimburgo, o erro foi notado quando o comandante anunciou que já estavam a descer para Edimburgo, que alguns até pensaram que fosse brincadeira… Nem o pessoal de cabina entendeu bem porque iam descer na cidade escocesa. O equívoco foi esclarecido depois de um contato com o cockpit do avião.

Depois de uma inevitável escala na capital escocesa, o comandante do avião teve ordem e plano de voo para seguir para Dusseldorf, destino correto do voo BA3271. A chegada à cidade alemã verificou-se pelas 13h00 locais (12h00 UTC).

Na sua conta de Twitter, o aeroporto de Londres/City colocou uma mensagem engraçada a lamentar o sucedido, mas a comunicar que os passageiros já tinham chegado ao seu destino e a responsabilizar a companhia aérea pelo engano: “Por mais agradável que seja Edimburgo nesta época do ano, lamentamos que os passageiros que viajaram para Dusseldorf no voo BA3271, operado pela WDL Aviation, tenham desembarcado inicialmente na capital escocesa, em vez do destino pretendido. Isso ocorreu devido a um plano de voo incorreto enviado pela WDL.”

A British Airways, por seu lado, também comunicou que tinha mandado abrir um inquérito para apurar responsabilidades, pediu desculpa aos clientes atingidos por esta contrariedade e disse que todos os passageiros seriam contactados individualmente pela companhia.

“A segurança dos passageiros nunca esteve em causa durante este voo e todos foram desembarcados em Dusseldorf após esta escala involuntária em Edimburgo”, acrescenta a nota de imprensa da British Airways.

Alguns passageiros queixaram-se nas redes sociais de que a escala em Edimburgo foi de duas horas e meia, considerada excessiva, e que a bordo as casas de banho (banheiros) estavam fechadas.

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica