A320 da Asiana derrapou em Hiroshima (Japão) – 20 feridos

Data:

https://arabaviationsummit.net/spot_img

Um avião Airbus A320 da companhia sul-coreana Asiana sofreu um acidente na noite desta terça-feira, 14 de Abril de 2014, ao pousar no Aeroporto de Hiroshima, no Japão. A ocorrência verificou-se pelas 21h00 locais (12h00 UTC).

Segundo a imprensa japonesa e cadeias televisivas de outros países asiáticos a aeronave fez-se à pista num momento de chuva muito forte e com fraca visibilidade. Terá colidido com algo estranho ao aeroporto (aponta-se que terá sido uma antena ou uma plataforma metálica ainda na aproximação) e a colisão terá avariado o trem de pouso central, levando a que o A320 escorregasse sobre a pista e em direcção a uma das margens laterais onde ficou imobilizado.

Asiana OZ162 Foto Kyodo -Reuters
Foto Kyodo –Reuters

 

Este é o relato de algumas cadeias televisivas. Eventuais causas para o acidente só deverão ser conhecidas após a investigação primária e o relatório preliminar do inquérito.

A bordo viajavam 73 passageiros e oito tripulantes, que saíram do aparelho pelas mangas insufláveis de emergência. Foram assistidas num hospital da zona do aeroporto 23 ocupantes do avião da Asiana, com ferimentos menores, não se sabendo se terão sido resultado do embate no solo ou das saídas nas rampas das mangas de evacuação.

O avião, registo HL-7762 (cn 3244) estava ao serviço da companhia há cerca de sete anos e seis meses, e fazia o voo OZ162 entre o Aeroporto de Inchon/Seul, na capital da Coreia do Sul, e a cidade de Hiroshima.

Alguns passageiros disseram aos canais televisivos que logo que o Airbus A320 tocou na pista de aterragem sentiram e viram diversas peças a saltarem da estrutura da aeronave. Ocorreu ainda um foco de incêndio devido à fricção da fuselagem com o asfalto que foi logo debelado pelos bombeiros aeroportuários.

A companhia noticiou e reconheceu o acidente que envolveu a aeronave, assim como o Ministério dos Transportes do Japão anunciou já a abertura de um inquérito para averiguar as condições em que se verificou a ocorrência. Ambos os comunicados relevam o fato de não se terem registado vítimas fatais. O aeroporto foi de imediato encerrado e só na manhã desta quarta-feira é que será feita uma primeira avaliação técnica, tendo em vista a reabertura da estrutura aeroportuário ao tráfego normal.

1 COMENTÁRIO

Compartilhar publicação:

REGISTE-SE

spot_img

Popular

spot_img

Mais como isso
Relacionado

American encomenda 260 aviões à Airbus, Boeing e Embraer com mais 193 opções de compra

A American Airlines anunciou nesta segunda-feira, dia 4 de...

Portway e SINTAC assinam acordo de empresa

A Portway Handling de Portugal assinou com o SINTAC...

Portugueses viajam mais e escolhem a Madeira e Cabo Verde para as férias da Páscoa

Os portugueses estão a comprar mais viagens neste início...

JetBlue desiste da compra da Spirit, um projeto que não tinha o acordo das autoridades reguladoras

A companhia aérea norte-americana JetBlue, que foi fundada pelo...