Bem-vindo, !|Sair

Admira António é a primeira mulher comandante de avião comercial em Moçambique

Escola de Aeronáutica - ISEC Lisboa


 

Admira António foi promovida a comandante de linha aérea nas aeronaves do tipo Embraer 145 da MEX – Moçambique Expresso, companhia subsidiária da LAM – Linhas Aéreas de Moçambique.

Segundo anunciou a LAM nesta terça-feira, dia 26 de junho, trata-se de um momento de grande destaque na vida da companhia nacional e de toda a aviação comercial moçambicana, já que se trata da primeira vez que uma mulher alcança o posto de comandante numa empresa de aviação comercial do País.

Tudo começou em 2013 quando Admira António iniciou o curso de piloto na MEX, e continuou a sua carreira sempre pilotando aeronaves Embraer 145.

Fruto da sua boa performance, excelente desempenho profissional, boas pontuações atribuídas pelos comandantes com quem realizou os voos, e bons resultados nos atos de formação, Admira António obteve a certificação para ser a primeira mulher moçambicana a assumir o comando de uma aeronave comercial no País.

Na verdade, esse impulso deu ênfase a todo um desejo da classe de pilotos, a pretensão da MEX que se viu muito próxima de ter uma comandante, como também e fundamentalmente a determinação da própria Admira António que sempre se mostrou determinada em dar um passo significativo na carreira profissional e que, por via disso, quando teve a oportunidade de frequentar o curso de piloto de linha aérea.




A agora comandante Admira António frequentou no ano passado um curso de habilitação para as funções que agora desempenha, no ano passado, na escola de pilotos ’43 Air School’, na África do Sul, onde fez valer os seus conhecimentos obtidos ao longo de mais de 3.500 horas de voo e obteve a licença, confirmada depois com um período de instrução em simulador e em voo.

“Terminado o treino de linha, Admira António foi submetida ao exame de linha monitorado por um inspetor do IACM – Instituto de Aviação Civil de Moçambique, tendo sido aprovada e largada como comandante no dia 16 de Junho de 2018”, destaca a nota de imprensa distribuída pela LAM.

Admira Juliano Matula António, de seu nome completo, nasceu em maio de 1989, iniciou-se na pilotagem em 2011. A expensas dos pais frequentou o curso de piloto na Lanseria Flight Centre, da África do Sul, onde fez as primeiras 35 horas de voo. Em 2012 integrou o grupo de cadetes da MEX – Moçambique Expresso que participou no curso para Pilotos Particulares de Aeroplanos, tendo nessa ocasião somado mais 26 horas de voo. Ainda em 2012 e de novo com os pais a investirem na formação da filha, Admira aumentou as suas horas de voos antes de se juntar novamente aos Cadetes da MEX que foram à formação na South African Flight Training Academy, que permitiu obter a licença de Piloto Comercial de Aeroplano. Em Janeiro de 2013, foi à França fazer a especialização ‘Type Rating’ para pilotar as aeronaves do tipo Embraer 145, na qualidade de co-piloto.




Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica