Bem-vindo, !|Sair

Aeroporto Internacional da Madeira assinala as ‘Bodas de Ouro’

O Aeroporto da ilha da Madeira foi inaugurado há 50 anos. A estrutura aeroportuária mais importante do arquipélago, que desde 1976 tomou a designação de Região Autónoma da Madeira, foi inaugurada no dia 8 de Julho de 1964, durante a manhã, numa cerimónia oficial, em que esteve presente o então Presidente da República Portuguesa, Américo Tomás.

O momento da inauguração da pista de aterragem foi nesse dia pelas 11h24 locais, quando o Super Constellation Gago Coutinho da TAP aterrou na pista do novo Aeroporto da Madeira, abrindo-se, dessa forma, uma nova página nas ligações entre o arquipélago da Madeira e o Mundo.

Tal como os primeiros navegadores que aportaram à ilha, o desafio de vencer a distância por via aérea, sempre cativou os pioneiros da aviação, desígnio desde logo marcado quando, em 21 de Março de 1921, o Fellixtowe da Gago Coutinho e Sacadura Cabral amarou no Porto Santo e, depois, quando em 24 de Março de 1949, com o Hampshire, a Madeira se tornou o primeiro destino regular dos hidroaviões da Aquila Airways, até 1958, sucedendo-se-lhe a Artop, e a inauguração do aeroporto do Porto Santo, em 28 de Agosto de 1960. Este aeroporto, situado na segunda ilha habitada do arquipélago, serviu durante alguns anos de aeroporto principal do arquipélago, já que era o único, sendo o transbordo dos passageiros para a ilha principal feito por via marítima.

Com o novo aeroporto a Madeira ficou mais perto do mundo, mas a exiguidade da pista de aterragem (apenas 1.600 metros) limitava as operações dos aviões de maior porte e lotação, pelo que foi necessário meter ombros à ampliação da pista, um trabalho que foi sendo feito por fases, até chegar aos 2640 metros que forma inaugurados em 15 de Setembro de 2000, quando foi inaugurada a nova pista que permite a operação de voos e aviões para transporte intercontinental. Dois anos mais tarde foi a vez de inaugurar a aerogare na sua actual configuração.

“Decorridos 50 anos após a inauguração de primeira pista, e após quase seis séculos de História de um povo persistente, a Madeira está hoje ao alcance do Mundo”, refere uma nota distribuída hoje pelos Aeroportos da Madeira e pela ANAM, empresa concessionária, que adiante explica: “O aeroporto da Madeira potenciou o turismo, induziu o desenvolvimento económico, contrariou os efeitos da descontinuidade do território, garantiu aos seus habitantes e ao país um novo patamar de integração nacional e internacional”.

 

“Se é verdade que a principal infra-estrutura da Região Autónoma resultou da decisão estratégica, dos recursos que lhe foram afectos e dos prodígios de uma engenharia premiada, é também consequência da competência, do profissionalismo e da dedicação de quantos diariamente, e ao longo de toda a história do Aeroporto da Madeira, deram o melhor de si e do seu saber para o transformar numa referência para quantos, por motivos profissionais ou de lazer, a utilizam”, escreve a direcção dos Aeroportos da Madeira, no seu ‘manifesto’ por ocasião das ‘Bodas de Ouro’.

Nesse sentido que a empresa gestora do Aeroporto Internacional da Madeira convida todos os interessados a acompanhar os eventos externos destinados a celebrar a efeméride, desde já visitando a exposição que, no piso 0 da aerogare, assinala a história da Aviação na Madeira, parte de um conjunto de comemorações que culminarão no dia 15 de Setembro de 2014, com uma cerimónia solene com a presença de diversas entidades nacionais e regionais.

 

 

  • Foto de Miguel Nóbrega

 

Leave A Comment

Download de Notícias

Destaques

Temas

Área Geográfica